Conecte-se conosco

Noticias do Mundo

Ao PT, defesa de Lula descarta prisão domiciliar

Publicado

em

André Dusek/Estadão

O advogado Cristiano Zanin Martins, que integra a equipe de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, disse na noite desta segunda-feira, 25, aos cerca de 20 integrantes do conselho político da presidência do PTque abriu mão do pedido de prisão domiciliar para o petista em recurso ao Supremo Tribunal Federal porque “o ex-presidente Lula quer demonstrar sua inocência plenamente”.

Zanin, via videoconferência, deu explicações à cúpula petista sobre as divergências entre os integrantes da equipe de defesa sobre o pedido de prisão domiciliar. A frase foi interpretada por integrantes do conselho como um sinal claro de divisão entre os defensores de Lula.

A cúpula do PT quer saber se a decisão partiu do próprio Lula ou foi iniciativa dos advogados. Lideranças do partido criticam a maneira como Zanin conduziu a defesa do ex-presidente até a condenação na segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) e questionam se Lula deu a ordem para que o pedido de prisão domiciliar fosse retirado do memorial do recurso. Segundo fontes próximas ao ex-presidente, Lula não manifestou interesse pela prisão domiciliar, mas também não disse que é contra o pedido.

A decisão do ministro do Edson Fachin, que decidiu submeter ao plenário da Corte o recurso da defesa do ex-presidente para que o pedido de liberdade do petista seja analisado pelo tribunal, foi mais um banho de água fria nos setores do PT que insistem na estratégia de manter o nome do ex-presidente como pré-candidato à Presidência nas eleições 2018, apesar das circunstâncias desfavoráveis ao petista.

A posição do partido impede as conversas sobre o plano “B” e até mesmo de possíveis candidatos a vice na legenda. Depois que a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardoforam absolvidos pela 2.ª Turma na semana passada, os petistas voltaram a ter esperanças de que Lula pudesse ser libertado a tempo de entrar na campanha eleitoral.

A decisão de Fachin obrigou o PT a traçar um plano de sobrevivência até o dia 15 de agosto, quando acaba o prazo para registro de candidaturas. Na reunião desta segunda-feira, foi aprovado um calendário de mobilizações que inclui pequenos atos espalhados pelo país, a criação de um Comitê Nacional “Lula Livre”, em Brasília, a realização do Festival Lula Livre, no Rio, e uma marcha nacional que vai culminar com um grande ato em defesa do direito do ex-presidente ser libertado, também em na capital federal, justamente no dia 15 de agosto, para marcar o ato de registro da candidatura do petista.

Participaram da reunião a presidente cassada Dilma Rousseff, os ex-ministros Fernando Haddad, Celso Amorim, Ricardo Berzoini, Luiz Dulci, Aloizio Mercadante, Franklin Martins, Gilberto Carvalho e Alexandre Padilha; o ex-presidente do PT Rui Falcão, o líder do PT no Senado, Lindbergh Faria, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o presidente da CUT, Vagner Freitas, o coordenador nacional do MST João Paulo Rodrigues, entre outros.

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias do Mundo

Facebook vai impedir que usuários suspeitos façam transmissão ao vivo na rede social

Publicado

em


Foto: Dado Ruvic/Reuters

O Facebook vai impedir que usuários que violarem regras da plataforma consigam fazer a ferramenta de streaming de vídeo na rede social. A novidade é uma resposta da empresa ao uso da plataforma durante ataques terroristas na Nova Zelândia, transmitidos ao vivo no Facebook.

Em nota divulgada pela empresa, Guy Rose, vice-presidente de Integridade do Facebook, diz que a rede social vai suspender o uso da Live a infratores por um determinado período de tempo já a partir da primeira violação.

“Assim, alguém que compartilhe um link para uma declaração de algum grupo terrorista agora será imediatamente impedido de usar o Live por um determinado período de tempo, por exemplo. Nosso objetivo é minimizar o risco de abuso no Live, ao mesmo tempo em que permitimos que as pessoas usem de maneira positiva todos os dias”, explicou Rose.

A rede social também anunciou que vai investir US$ 7,5 milhões em estudos universitários que possam ajudar a melhorar a tecnologia de análise de imagens e de vídeos. A medida visa melhorar o entendimento do algoritmo da rede social, que falou na identificação de violência durante os atentados na Nova Zelândia.

Três universidades foram contratadas para desenvolver estudos para o Facebook: a Universidade de Maryland, Cornell e a Universidade da Califórnia, em Berkeley. Eles serão responsável por estudar táticas de como detectar mídias modificadas, incluindo imagens, vídeo e áudio, além de distinguir publicações de indivíduos que intencionalmente modificam vídeos e fotos de pessoas que postam inadvertidamente.

“Essas parcerias são apenas uma parte dos nossos esforços – nos próximos meses, buscaremos colaborações adicionais para que todos possamos avançar o mais rápido possível e ficarmos à frente dessa ameaça”, completou o executivo.

Estadão

Continue Lendo

Noticias do Mundo

Rede mundial de computadores (o www!) completa 30 anos

Publicado

em


© Fornecido por Abril Comunicações S.A. Tim Berners-Lee, o criador do protocolo WWW, trabalhava no CERN, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, na Suíça.

Lembra quando para “entrar” na internet era preciso escrever um endereço que começava com www? Essas três letrinhas, que significam world wide web, ou a rede mundial de computadores, foram grandes responsáveis por podermos aproveitar o melhor da internet.

Hoje em dia a gente nem pensa mais nisso: o endereço desse site, pode ir conferir ali em cima, não tem mais www. E mesmo o conceito de “entrar na internet” parece antigo, já que agora estamos conectados todo o tempo, com nossos celulares e outros aparelhos.

Foi em 1989 que Tim Berners-Lee, um cientista inglês, criou a tal rede mundial. A internet, mesmo, já existia, mas era pouco acessível às pessoas comuns. Ao criar o www, um protocolo que permitia que navegadores conseguissem acessar informações em websites, tudo ficou mais fácil. E como esses sites podiam linkar uns aos outros, estava criada a rede.

Trinta anos depois a internet cresceu e amadureceu, e hoje em dia outros programas, como os aplicativos de celular, por exemplo, utilizam outros protocolos. Mas o www resiste – mesmo tendo sumido dos endereços dos sites, esse ambiente por onde transitamos usando os navegadores como Google Chrome, Firefox, Safari ou Microsoft Edge ainda é a rede mundial de computadores inventada por Tim Berners-Lee.

A rede mundial de computadores virou Doodle

Para celebrar os 30 anos do www, o Google preparou uma homenagem em forma de Doodle, na página inicial do site nesta terça-feira (12). Com uma ilustração que pode despertar sentimentos nostálgicos nos mais velhos, um computadorzinho como os de antigamente, conectado à parede, carrega devagarzinho um globo terrestre, mostrando como, com a rede mundial de computadores, o mundo ficou mais acessível para todos nós.

M de Mulher

Continue Lendo

Noticias do Mundo

Guaidó pedirá ao Parlamento declaração de ‘estado de alerta’ na Venezuela

Publicado

em


© Sérgio Lima O autodeclarado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, durante visita ao Brasil

autodeclarado presidente interino da Venezuela e líder da oposição, Juan Guaidó, anunciou neste domingo (10.mar.2019) que pedirá ao Parlamento declaração de “estado de alerta” na Venezuela. O pedido será realizado na 2ª feira (11.mar).

O país sofre 1 apagão desde 5ª feira (7.mar). O objetivo da medida, segundo Guaidó, é pedir ajuda internacional.

“Para o dia de amanhã convocamos uma sessão de emergência extraordinária de urgência do Parlamento Nacional para tomar ações imediatas em relação à ajuda humanitária necessária”, disse Guaidó em entrevista coletiva.

A apagão sem precedentes já deixou 17 pacientes renais mortos. É a pior crise já registrada no país de 30 milhões de habitantes. O blackout teve início às 16h53 locais (17h53 em Brasília).

A crise energética se transformou em 1 novo atrito entre o presidente Nicolás Maduro e Juan Guaidó. No sábado (9.mar), opositores e apoiadores do regime de Nicolás Maduro foram às ruas de Caracas para protestar.

As manifestações foram inicialmente convocadas por Juan Guaidó, que chamou o povo a “expressar maciçamente nas ruas contra o regime usurpeante, corrupto e incapaz”. Maduro e seus apoiadores reagiram.

Poder360

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br