Conecte-se conosco

Noticias do Mundo

Ao PT, defesa de Lula descarta prisão domiciliar

Publicado

em

André Dusek/Estadão

O advogado Cristiano Zanin Martins, que integra a equipe de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, disse na noite desta segunda-feira, 25, aos cerca de 20 integrantes do conselho político da presidência do PTque abriu mão do pedido de prisão domiciliar para o petista em recurso ao Supremo Tribunal Federal porque “o ex-presidente Lula quer demonstrar sua inocência plenamente”.

Zanin, via videoconferência, deu explicações à cúpula petista sobre as divergências entre os integrantes da equipe de defesa sobre o pedido de prisão domiciliar. A frase foi interpretada por integrantes do conselho como um sinal claro de divisão entre os defensores de Lula.

A cúpula do PT quer saber se a decisão partiu do próprio Lula ou foi iniciativa dos advogados. Lideranças do partido criticam a maneira como Zanin conduziu a defesa do ex-presidente até a condenação na segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) e questionam se Lula deu a ordem para que o pedido de prisão domiciliar fosse retirado do memorial do recurso. Segundo fontes próximas ao ex-presidente, Lula não manifestou interesse pela prisão domiciliar, mas também não disse que é contra o pedido.

A decisão do ministro do Edson Fachin, que decidiu submeter ao plenário da Corte o recurso da defesa do ex-presidente para que o pedido de liberdade do petista seja analisado pelo tribunal, foi mais um banho de água fria nos setores do PT que insistem na estratégia de manter o nome do ex-presidente como pré-candidato à Presidência nas eleições 2018, apesar das circunstâncias desfavoráveis ao petista.

A posição do partido impede as conversas sobre o plano “B” e até mesmo de possíveis candidatos a vice na legenda. Depois que a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardoforam absolvidos pela 2.ª Turma na semana passada, os petistas voltaram a ter esperanças de que Lula pudesse ser libertado a tempo de entrar na campanha eleitoral.

A decisão de Fachin obrigou o PT a traçar um plano de sobrevivência até o dia 15 de agosto, quando acaba o prazo para registro de candidaturas. Na reunião desta segunda-feira, foi aprovado um calendário de mobilizações que inclui pequenos atos espalhados pelo país, a criação de um Comitê Nacional “Lula Livre”, em Brasília, a realização do Festival Lula Livre, no Rio, e uma marcha nacional que vai culminar com um grande ato em defesa do direito do ex-presidente ser libertado, também em na capital federal, justamente no dia 15 de agosto, para marcar o ato de registro da candidatura do petista.

Participaram da reunião a presidente cassada Dilma Rousseff, os ex-ministros Fernando Haddad, Celso Amorim, Ricardo Berzoini, Luiz Dulci, Aloizio Mercadante, Franklin Martins, Gilberto Carvalho e Alexandre Padilha; o ex-presidente do PT Rui Falcão, o líder do PT no Senado, Lindbergh Faria, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o presidente da CUT, Vagner Freitas, o coordenador nacional do MST João Paulo Rodrigues, entre outros.

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias do Mundo

Imprensa turca afirma que jornalista saudita foi decapitado

Publicado

em

Foto: Chris McGrath/Getty

O jornalista saudita Jamal Khashoggi foi torturado antes de ser “decapitado” no consulado do seu país em Istambul, afirma o jornal Yeni Safak, que cita uma gravação de áudio dos fatos.

Khashoggi, crítico do regime saudita, compareceu ao consulado no dia 2 de outubro para cumprir os trâmites burocráticos para seu casamento. Desde então não há notícias sobre o seu paradeiro.

O jornal Yeni Safak afirma que teve acesso a gravações de áudio e informa que Khashoggi foi torturado durante um interrogatório: os agentes sauditas cortaram os dedos da vítima.

Ele foi “decapitado”, afirma o jornal, ligado ao governo turco, que não revela como teve acesso às gravações.

As autoridades turcas acusam Riad de ter ordenado o assassinato do jornalista a uma equipe enviada ao consulado. O governo saudita nega.

Nos últimos dias, alguns meios de comunicação, como o jornal Washington Post, para o qual Khashoggi escrevia, informaram sobre a existência de gravações de áudio e vídeo que provam que o jornalista foi “interrogado, torturado e assassinado” dentro do consulado. O seu corpo teria sido esquartejado.

Esta é a primeira vez que uma publicação turca afirma que teve acesso às gravações.

De acordo com o Yeni Safak, o cônsul saudita Mohammad Al Otaibi afirma em uma das gravações: “Façam isto lá fora. Vocês vão me provocar problemas”.

Um homem não identificado responde: “Se você quiser continuar vivo quando voltar à Arábia Saudita, fica quieto”.

Al Otaibi deixou Istambul na terça-feira.

O portal digital Middle East Eye afirma, com base em uma fonte que teve acesso à gravação de áudio dos últimos momentos do jornalista, que Khashoggi foi levado para o escritório do cônsul.

De acordo com a fonte, “não houve uma tentativa de interrogatório. Vieram para matá-lo” e o próprio cônsul foi retirado do local.

Um médico legista, identificado como Salah al-Tubaigy e que integrava a equipe de 15 sauditas enviados por Riad a Istambul no mesmo dia, de acordo com a imprensa, começou a cortar o corpo de Khashoggi ainda vivo, segundo a fonte do Middle East Eye.

Enquanto esquartejava o jornalista, Tubaigy começou a ouvir música com fones de ouvido. “Quando faço este trabalho, escuto música. Vocês também deveriam fazer isto” afirma na gravação, segundo a fonte.

O assassinato durou sete minutos, informa o Middle East Eye.

A imprensa americana informou que a Arábia Saudita cogitava reconhecer a morte do jornalista durante um interrogatório no consulado e atribuir o fato a “agentes fora de controle”.

AFP

Continue Lendo

Noticias do Mundo

Como saber se o seu perfil do Facebook foi hackeado

Publicado

em

Fornecido por BPP Publicações e Participações Eireli iStock

Nos últimos dias, diversos usuários têm recebido um alerta preocupante do Facebook: a mensagem informa que as suas contas foram invadidas por hackers, que tiveram acesso a uma série de informações pessoais disponibilizadas na rede social. Não apenas o nome completo e de rede, seu gênero, cidade natal e atual, mas também seu endereço de e-mail, número de telefone e celular e os lugares por onde passou e fez check-in — dados que podem comprometer a segurança física da pessoa. A estimativa é de que cerca de 30 milhões de perfis tenham sido afetados na maior falha já admitida pela rede, que teria ocorrido no fim de setembro.

Fornecido por BPP Publicações e Participações Eireli Reprodução

A brecha ainda permite acesso a dados, digamos, qualitativos do usuário, como status de relacionamento, religião, trabalho, educação, 15 buscas recentes feitas pela pessoa dentro do Facebook e as páginas que ela segue no próprio site.

Se você não recebeu nenhuma mensagem do Facebook nos últimos dias e está ansioso para saber se teve os dados acessados por hackers, é fácil checar. A rede social criou um link para quem deseja fazer a verificação.

Vá para a página facebook.com/help/securitynotice e procure uma caixa azul, que dirá se o seu perfil foi exposto a hackers, como no exemplo abaixo, felizmente (e ainda) em segurança:

Fornecido por BPP Publicações e Participações Eireli

Continue Lendo

Noticias do Mundo

Ronaldo ‘Fenômeno’ compra Real Valladolid por R$ 141 milhões

Publicado

em

Lenda do Real Madrid e da seleção brasileira, Ronaldo se tornará o principal dono do Real Valladolid. A informação foi anunciada pelo próprio clube nesta segunda-feira em entrevista coletiva.

Líder de um grupo de investimentos que comprará 51% da equipe por 30 milhões de euros (cerca de R$ 141 milhões), o “Fenômeno” se encontrou com o prefeito de Valladolid, Oscar Puente, numa cerimônia na prefeitura.

“Ele é um ícone no mundo do esporte e a operação parece interessante”, disse o político ao diário As. “Junto com Michael Jordan, é a única pessoa que tem um contrato vitalício com a Nike. Trará muito valor a Valladolid”, completou.

“Contem conosco para fazer que o Real Valladolid se consolide na primeira divisão e siga construindo sonhos. Com a união de todos, estou convencido de que será muito difícil ganhar da gente”, disse Ronaldo.

“Quero que todos formemos este clube e convido à torcida que participe deste projeto. Dando ideias, opiniões, críticas e esperanças. Quero que sejam parte do presente e do futuro do Real Valladolid”, completou.

ESPN

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br