Conecte-se conosco

Noticias

Bolsonaro e aliados tentam entender e explicar ‘nova CPMF’ de Guedes

Publicado

em

Reuters Bolsonaro e aliados tentam entender e explicar ‘nova CPMF’ de Guedes

Jair Bolsonaro (PSL) e seus aliados apressaram-se em tentar explicar a proposta de Paulo Guedes, guru econômico da campanha, de criação de um novo imposto nos moldes da CPMF. O presidenciável e seu entorno afirmam que em um eventual governo do candidato os impostos seriam reduzidos.

Em anúncio para uma plateia reduzida nesta terça-feira (18), revelado pela Folha de S.Paulo, Guedes disse que pretende recriar um imposto nos moldes da CPMF, que incide sobre movimentação financeira, pretende criar uma alíquota única do IR (Imposto de Renda) de 20% para pessoas físicas e jurídicas -e aplicar a mesma taxa na tributação da distribuição de lucros e dividendos.

Por outro lado, ele estuda eliminar a contribuição patronal para a previdência, que incide sobre a folha de salário -que tem a mesma alíquota, de 20%.

Em suas redes sociais, Bolsonaro escreveu horas após a publicação da reportagem que sua “equipe econômica trabalha para redução de carga tributária, desburocratização e desregulamentações. Chega de impostos é o nosso lema! Somos e faremos diferente. Esse é o Brasil que queremos!”

Na noite desta terça-feira (18), o presidente da União Democrática Ruralista, Luiz Antonio Nabhan Garcia, empresário e principal conselheiro de Bolsonaro na área dos agronegócios, participou de um jantar em São Paulo com cerca de cem empresários interessados em ouvir as ideias da campanha. No encontro, Nabhan apresentou os lemas da redução de impostos e desburocratização.

“Deve haver algum desacerto, alguma desinformação, pois tivemos uma reunião com Guedes na tarde de ontem e nada disso foi falado”, diz Nabhan à reportagem.

A reunião da cúpula da campanha, nos Jardins, bairro nobre de São Paulo, contou com a presença de Guedes e Nabhan; o general da reserva Augusto Heleno; o senador Magno Malta (PR-ES); o fundador do PSL Luciano Bivar; Gustavo Bebianno, presidente do PSL, e Julian Lemos, vice; o ex-presidente do PSL Antonio de Rueda; os filhos de Bolsonaro, Eduardo e Flávio; o deputado federal Major Olímpio (PSL-SP); e o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

“Posso dizer que Bolsonaro é um homem de palavra, conheço-o há quase 30 anos e todas as conversas que tive com ele foram no sentido de desburocratizar e reduzir impostos. Sou empresário, membro do agronegócio, e sabemos que a recuperação do país passa pela redução dessa carga tributária”, diz Nabhan.

O ruralista especula que talvez a ideia de Guedes seja recriar a CPMF para reduzir outros impostos, proposta à qual ele mesmo seria favorável. No entanto, ele diz ter tentado falar com o economista nesta quarta (19), após a publicação da reportagem, mas não teve retorno.

Em 2015, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) participou da organização de movimento “basta de tributos, não à CPMF” na Câmara dos Deputados. “Patrões e empregados não aguentam mais impostos, essa medida só vai gerar mais desemprego”, escreveu à época.

O empresário Luciano Bivar, fundador do PSL e aliado de Bolsonaro, diz entender que esse imposto pensado por Guedes seria formado, na verdade, pela compactação de diversos impostos distintos, o que geraria redução da carga tributária e desburocratização. Sendo assim, não haveria contradição entre Guedes e o presidenciável.

“Ele não está criando novo imposto. Ele está concentrando vários impostos em um único imposto com alíquota menor. O CPMF foi demonizado porque era mais um novo imposto. Você pega dez impostos, cada um valendo dois, então seriam 20%. Pega esses dez e transforma em um só, cobrando só 10%, você reduz 50%. A ideia é essa, não tenho a menor dúvida, coerente com a ideia de redução de impostos”, diz Bivar.

“É uma ideia do grupo econômico, mas levada à Bolsonaro. Ele usa muito o bom senso, ouve os técnicos, mas a canetada final vem dele”, conclui.

Empresários que têm se aproximado da campanha de Bolsonaro telefonaram para aliados do presidenciável e manifestaram preocupação diante do teor da proposta de Guedes. As respostas que têm ouvido passam pela “falha de informação” e também pela ênfase na ideia de que se trata, sim, da redução da carga tributária por meio da concentração de impostos.

ALIADO DIZ QUE BOLSONARO TERÁ PALAVRA FINAL

O coordenador da campanha de Jair Bolsonaro em São Paulo, deputado Major Olímpio, minimizou a proposta do guru econômico do candidato, Paulo Guedes, de recriar a CPMF.

“O presidente é quem sempre decidirá o que é mais oportuno. O papel dele [Guedes] é de indicar alternativas”, disse, afirmando ter sido surpreendido com a proposta de Guedes.

“Eu sou contrário à reedição e o Bolsonaro já disse que também que é. Não teremos aumento de tributação”, afirmou.

Olímpio disse que a proposta sugerida por Guedes ao mercado nunca foi mencionada dentro da campanha.

O deputado minimizou a divergência de opiniões entre o economista, que já foi anunciado como futuro ministro da Fazenda de Bolsonaro, e dirigentes da campanha, e negou que haja falta de sintonia entre o candidato e seu guru na área econômica.

Para Olímpio, é natural que Guedes faça sugestões que depois possam ser descartadas. “A administração pública não é uma fórmula matemática.” Com informações da Folhapress.

Continue Lendo
Clique para comentar

Jaguarari

Parceria entre Prefeitura de Jaguarari e Hospital do Trauma garante aumento no numero de cirurgias e exames para o município

Publicado

em

Tendo como uma das prioridades de governo a área da saúde a administração municipal vem dando passos importantes para que o município de Jaguarari seja reconhecido em todo território como uma referencia em saúde pública. Diversas ações estão sendo realizadas a fim de tornar cada dia melhor e mais eficiente essa área vital para o municipio, tais como: aquisição constante de medicamentos para as unidades básicas de saúde e Caps, nova sede da Casa de Apoio com atendimento psicológico para pacientes e acompanhantes, mutirões de saúde, contratação de mais especialidades médicas como: cardiologia, pediatria e ortopedia, inauguração do Posto de Saúde de Macambira, firmou convenio com a Policlínica regional e em poucos dias será iniciada a reforma do Hospital Municipal e construção do Centro Cirúrgico.

Visando fortalecer ainda mais a saúde no município o prefeito Everton Rocha se reuniu com o Superintendente do HU-Univasf (Hospital do Trauma) em Petrolina, onde foi selada uma parceria que tem como principal objetivo ampliar os serviços de saúde prestados aos cidadãos de Jaguarari, disponibilizado pela unidade hospitalar. Através desse termo de cooperação técnica o hospital passa a oferecer aos jaguararienses os procedimentos de: cirurgias eletivas, consultas ambulatoriais de ortopedia e exames de tomografia.

“Preocupado com a demora em casos de regulação de pacientes, busquei uma forma de diminuir essa espera. Agora alguns casos poderão ter sua espera abreviada graças a essa parceria. O Hospital do Trauma é uma unidade de referência para media e alta complexidade nas especialidades de traumato-ortopedia e Neurocirurgia”, pontuou o Prefeito Everton Rocha.

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari

Continue Lendo

Filadélfia

Prefeitura de Filadélfia têm contas aprovadas pelo TCM e Câmara de Vereadores

Publicado

em

Depois de encarregar-se do difícil desafio de equilibrar as contas do município desde o primeiro ano de mandato, a atual administração municipal teve as contas do exercício de 2017 aprovadas na Câmara de Vereadores na sessão da última quinta-feira (27).

As contas já haviam sido aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que não constatou nenhuma conduta do prefeito Louro Maia que importasse lesão ao erário e vieram para julgamento definitivo da Câmara, sendo assim, aprovadas por unanimidade de votos pelos dez vereadores presentes.

Na prática, a aprovação significa que município está sendo administrado com seriedade, para atender todas as exigências legais. O Tribunal tem a função principal de cobrar a transparência, ética e compromisso com os recursos públicos diante da fiscalização contábil, financeira, orçamentária e controle externo.

A representante do prefeito, advogada Dra. Cínthia Lisboa, evidencia que o prefeito Louro Maia, não apenas atingiu, mas foi além dos limites constitucionais com educação e saúde. “Com base nos dados dos relatórios contábeis já analisados pelo TCM-BA, observou-se que o gestor cumpriu com os percentuais repassados e investiu além das obrigações constitucionais, nas áreas de Saúde e Educação”, enfatizou a advogada.

O prefeito Louro Maia enfatiza que a gestão municipal está voltada para o cumprimento fiel da legislação e correta aplicação dos recursos públicos. “Nossa administração tem trabalhado bastante para colocar o município nos eixos, ter as contas de 2017 aprovadas é reflexo de muito equilíbrio e trabalho, pois recebemos o município totalmente desajustado e passamos a investir na correta aplicação dos recursos públicos, mesmo diante de tão grande crise financeira”, ressaltou.

O prefeito completa: “Não foi fácil. Tivemos que adotar uma política austera e rigorosa de controle financeiro e ser fiel a essa política. Os resultados estão aí, com a aprovação das contas, nossa equipe segue se mantendo firme e comprometida com a responsabilidade fiscal”, finalizou Louro Maia.

bonfimnoticias

Continue Lendo

Campo Formoso

Há vagas! Prefeitura de Campo Formoso está contratando médicos para PSF

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de Campo Formoso, por meio da Secretaria de Saúde, informa que está contratando médicos clínicos gerais e/ou que tenham pós-graduação em Saúde da Família, para atuar nos PSF’s (Programa de Saúde da Família) do município. Os interessados devem enviar o currículo para o email: atencaobasica@campoformoso.ba.gov.br

Prefeitura de Campo Formoso – Cidade em Transformação

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br