Conecte-se conosco

Noticias

Braço direito de Wassef atuou na defesa de Queiroz após prisão em Atibaia

Publicado

em

© Gabriela Biló/Estadão

Na quinta-feira, 18, poucas horas depois de Fabrício Queiroz ser preso na casa do ex-advogado da família Bolsonaro Frederick Wassef, em Atibaia, a defesa do ex-assessor parlamentar nomeou outro advogado, Edevaldo de Oliveira, como “correspondente” na cidade do interior. Ex-policial rodoviário, Oliveira é visto como uma espécie de braço direito de Wassef em Atibaia.

Ele recebeu procuração para atuar especificamente junto à Santa Casa de Bragança Paulista, onde Queiroz realizou duas cirurgias alguns meses atrás. Oliveira deveria conseguir os laudos que comprovam as passagens de Queiroz pelo hospital. Os laudos são fundamentais para corroborar a narrativa apresentada por Wassef nos últimos dias segundo a qual permitiu a presença de Queiroz em sua casa em Atibaia por razões humanitárias já que o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaroestava sem dinheiro, doente e precisava de um lugar para ficar durante o tratamento.

A Santa Casa, segundo Oliveira, se recusou a fornecer os documentos e informou que só o faria mediante decisão judicial.

De acordo com pessoas próximas a Wassef, Oliveira é uma espécie de braço direito do advogado em Atibaia. Ao Estadão, ele negou ter qualquer tipo de sociedade ou parceria com o ex-advogado dos Bolsonaro, mas admitiu que são amigos.

¨Não posso dizer que não conheço. Também, quem não conhece o Fred? Amigo é amigo, mas não tenho nenhum processo com ele¨, disse Oliveira.

O advogado afirmou também não ter tido contato com Queiroz enquanto o ex-assessor esteve em Atibaia. Oliveira já havia acompanhado Agostinho Moraes da Silva, que foi lotado no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e está envolvido no processo que apura prática de “rachadinha”, em depoimento no Ministério Público.

No documento do Ministério Público que embasou o pedido de prisão preventiva de Queiroz, os investigadores afirmam que o depoimento de Agostinho – o único assessor a depor presencialmente – foi fantasioso e combinado com o suposto operador de Flávio. Queiroz havia acabado de dar entrevista ao SBT, na qual disse que movimentava dinheiro vendendo carros. A tese, segundo o MP, “foi posteriormente desmascarada pela informação do Detran de que teve pouquíssimos veículos registrados em seu nome ou de familiares na última década”.

Ao depor no MP, no início de 2019, Agostinho classificou Queiroz como um habilidoso vendedor de carros. Por isso, disse, chegou a dar mensalmente até 60% dos R$ 6,7 mil que recebia na Alerj para o operador investir no ramo. O retorno seria de pouco menos de 20%.

Também ex-policial militar, Agostinho afirmou ainda que havia um esquema de rodízio informal no gabinete, que não precisava frequentar todos os dias da semana. Também não precisaria bater ponto, já que realizava mais trabalhos externos – como o envio de documentação e atividades de segurança de Flávio, por exemplo. Desde o início, a versão do ex-assessor foi considerada frágil pelos investigadores.

Estadão

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Ponto Novo: Ex prefeito Tiago Venâncio deixa dívida de R$ 362.938,88 De consignados dos Servidores

Publicado

em

O ex Prefeito do município de Ponto Tiago Venâncio(PT), que esteve a frente  do município  de  Ponto Novo de 2017 a 2020,  deixou diversas pendências na tentativa de inviabilizar a nova gestão na cidade, e no dia de hoje 18 de janeiro de 2021 mais um débito da ex-gestão veio as claras.

Um relatório divulgado pela atual administração do Município de Ponto Novo deixou muitos servidores públicos do município assustado. Segundo o relatório que o Site Diga News teve acesso o ex-prefeito da cidade de Ponto Novo, Tiago Venâncio (PT), deixou uma dívida de consignados dos servidores do município no valor se R$ 362.938,88.(Trezentos e sessenta e dois mil e novecentos e trinta e oito reais e oitenta e oito centavos). Valores estes que não foram repassadas a instituições bancárias no qual os servidores do município contrariaram o empréstimo mas os repasses não foram feitos pelo ex gestor.

Banco do Brasil: R$ 114.878,72 referente aos meses 11 e 12 de 2020.

Caixa Econômica Federal: R$ 143.653,26 referente aos meses 11 e 12 de 2020.

Sicoob: R$ 64.165,33 referente ao mês 11 de 2020.

Banco Bradesco: R$ 40.241,57 referente ao mês 12 de 2020.

Total: R$ 362.938,88

Informações do Diga News

Continue Lendo

Itiuba

Prefeitura de Itiúba se prepara para vacinar profissionais da saúde contra o coronavírus

Publicado

em

Itiúba irá começar a vacinação contra coronavírus em breve, disse o prefeito Zé do Rádio nesta segunda (18), após a Anvisa liberar o uso emergencial das vacinas Coronovac e de Oxford. Segundo ele, a cidade está preparada para iniciar a aplicação das vacinas contra a Covid-19 assim que as doses forem disponibilizadas pelo Ministério da Saúde e SESAB – Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

“Já estamos com toda equipe e cronograma preparados para vacinar os itiubenses contemplados na primeira fase. Assim que o imunizante chegar, iniciaremos a vacinação imediatamente”, falou o prefeito Zé do Rádio para a equipe de jornalismo do site BonfimNoticias.com.

O prefeito ainda informou que os moradores de Itiúba acompanhem pela imprensa e pelas mídias sociais oficiais da prefeitura para se informarem sobre o cronograma do plano de imunização.

A Secretaria Municipal de Saúde do município, ainda nos informou que nesta primeira etapa da imunização, serão imunizados os profissionais da saúde que atuam no município.

BonfimNoticias.com

Continue Lendo

Campo Formoso

Policiais erradicam 30 MIL pés de maconha em Campo Formoso

Publicado

em

Por volta das 13 horas do dia 18 de janeiro, tropa do PETO/54ª CIPM em conjunto com Guarnição da CIPE/CAATINGA realizaram mais uma fase da “OPERAÇÃO TERRA LIMPA” na região de Lagoa Nova, povoado situado no município de Campo Formoso-BA. 

A ação policial foi coordenada pela “CPAC” e teve como objetivo localizar uma roça de maconha, na qual denuncia anônima afirmava haver um vasto plantio da referida droga. 

Os Policiais Militares ao chegarem no local do plantio da erva ilícita identificaram cerca de 30 mil pés de maconha. Após procederem a erradicação da referida plantação, os PMs incineraram o cultivo e destruíram os ranchos que ali estavam instalados. 

Ao término da operação as guarnições deslocaram para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Senhor do Bonfim-BA, para apresentação da amostra do material apreendido e fazer o registro daquela ocorrência policial.

Ascom 54ªCIPM

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br