Conecte-se conosco

Noticias

Brasil cria 22,8 mil leitos de internação, mas redução preocupa

Publicado

em

O Sistema Único de Saúde (SUS) criou 22,8 mil leitos de internação durante a pandemia da covid-19, alcançando um total de 317.070, segundo levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM). Esses espaços são usados por pacientes que, embora precisem ficar por mais de 24 horas em um hospital, ainda não exigem cuidados de UTI.

© Wether Santana/ Estadão

Trata-se do primeiro ano de expansão da rede de atendimento, desde 2011. No entanto, como o Ministério da Saúde tem feito o custeio provisório dos leitos, que são instalados em hospitais de campanha, por exemplo, a expectativa do conselho é de fechamento destes espaços no futuro.

De 2011 até janeiro deste ano, o SUS perdeu 41 mil leitos de internação. Apenas a região Sudeste desativou 25 mil leitos nesse período, o que representa 19% do total que havia na região. Para Donizetti Giamberardino, 1.º vice-presidente do CFM, locais que já estavam desassistidos antes da pandemia devem tentar manter ativos os leitos criados nos últimos meses. “Seja com governo federal, estadual ou municipal financiando. Mas, principalmente, pela União, que tem mais recursos”, disse.

Giamberardino propõe que os leitos temporários só sejam desativados quando os casos de coronavírus estiverem sob controle há pelo menos um mês. “A covid-19 ainda é desconhecida e não temos certeza sobre como será o seu comportamento”, argumentou.

Segundo o levantamento, que usa dados do Ministério da Saúde até junho, os Estados de menor população tiveram maior salto porcentual de leitos neste ano. Em Roraima, por exemplo, a rede pública passou de 1.064 para 1.439 leitos, um aumento de 35%.

Em números absolutos, os Estados que mais habilitaram leitos de internação na pandemia foram São Paulo (5.354), sendo quase 1.800 novos apenas na capital, Pernambuco (2.697), e Minas Gerais (2.525). São Paulo é o epicentro da pandemia do novo coronavírus no País.

Em locais onde já há maior controle de casos da covid-19, hospitais de campanha estão sendo desativados, como ManausFortaleza e a unidade do Pacaembu, em São Paulo.

Filas

O Conselho Federal de Medicina também observou que o Brasil apresenta longas filas para cirurgias eletivas, entre outras razões para a falta de leitos de internação. Levantamento de 2017 da entidade apontava que havia 904 mil operações represadas naquele ano, sendo que mais de 740 pedidos tinham sido feitos há mais de uma década.

Estadão

Jaguarari

Prefeitura de Jaguarari divulga novo Boletim Epidemiológico

Publicado

em

A Prefeitura de Jaguarari através da Secretaria de Saúde divulga nesta quarta-feira (29), o Boletim Epidemiológico com dados atualizados da COVID-19 no município. Na edição de hoje, foram diagnosticados 13 novos casos de coronavírus, sendo 01 pelo LACEN e 12 por teste rápido, dos quais 01 é residente da sede e os outros 12 do distrito de Pilar.

Atingimos o total de 201 casos positivos de coronavírus. Contudo, 141 pacientes evoluíram para cura clínica, o que corresponde a uma taxa de 70% de recuperação. No momento, temos 58 pacientes na fase ativa da doença, sendo destes, 12 assintomáticos e 46 com sintomas leves em tratamento domiciliar. Além disso, outros 04 suspeitos foram descartados pelo exame RT-PCR do LACEN.

A batalha contra a COVID-19 permanece. Por isso, não baixe sua guarda, continue seguindo as medidas comprovadamente capazes de lhe proteger, como lavar frequentemente as mãos com água e sabão, evitar tocar no rosto, ficar a pelo menos 01 metro de distância dos demais, limpar e desinfetar superfícies ou objetos nos quais se toca com frequência e se possível FIQUE EM CASA. Em caso de necessidade, ao sair, sempre use máscara!

Qualquer dúvida relacionada ao COVID-19, utilize a central de atendimento mandando mensagem de WhatsApp para (74) 99948 0045 ou Ouvidoria Municipal através do número (74) 99976-4748.

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari

Continue Lendo

Noticias

Adolfo Menezes evita falar sobre sucessão na ALBA: ‘ainda faltam seis meses’

Publicado

em

Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

O deputado estadual Adolfo Menezes, do PSD, seguiu a linha do senador Otto Alencar, e evitou falar sobre a sucessão de Nelson Leal (PP), na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

“O Brasil passa por um momento muito grave, a última vez que eu falei sobre o assunto Assembleia foi no ano passado. Eu acho que a gente deve esperar passar, ver se as coisas melhoram. Ainda faltam seis meses, tem muito tempo. Até porque a Assembleia esse ano não pôde funcionar, em decorrência dessa pandemia e de muitos infectados na Assembleia, estamos trabalhando em home-office por videoconferência”, afirmou o político ao bahia.ba.

Nos bastidores, o atual presidente da Alba estaria articulando para tentar se reeleger, apesar de um acordo com o PSD, que levaria o deputado Adolfo Menezes ao comando do Legislativo baiano.

Na última segunda-feira (27), o presidente estadual do PSD, senador Otto Alencar, desativou o escritório do partido durante a pandemia do coronavírus e também evitou o assunto.

“Tenho me mantido afastado desse tipo de assunto político, não vou discutir isso agora. Sou médico e estou muito abalado com essas mortes, com a perda de pessoas queridas”.

blogdoclebervieira

Continue Lendo

Filadélfia

Prefeitura de Filadélfia executa obras de pavimentação na localidade de Boa Vista

Publicado

em

Várias ruas e povoados de Filadélfia estão recebendo pavimentação em um grande esforço da Prefeitura Municipal em melhorar a qualidade de vida de toda a comunidade. Na manhã desta terça-feira (28), a Secretaria Municipal de administração visitou o andamento da obra de pavimentação muito importante na localidade de Boa Vista.

Localizada a 25 km da sede do município, o Povoado de Boa Vista esta ficando de cara nova, sua avenida principal totalmente pavimentada e a rede de esgoto sendo construída. As obras na localidade estão orçada em R$ 147.575,55 mil e custeada com recursos próprios já esta com 55% pronto, as obras tiveram inicio mês de abril e com previsão de entrega no mês de agosto.

“É uma maravilha. Antes convivíamos com a poeira que invadia nossas casas e hoje as pessoas fazem caminhadas pela avenida. Todos nós aqui do povoado estamos muito felizes”, afirma o morador de Boa Vista, Paulo Souza.

Segundo o Prefeito, Boa Vista precisava desta importante obra, e população há anos clamava pela pavimentação. “Trouxemos a infraestrutura com pavimentação, meio fio e rede de esgoto, voltei para a prefeitura depois de 12 anos encontrei Boa Vista do mesmo Jeito que deixei, em 12 anos dos governos anteriores nada foi feito por essa localidade, fico feliz em poder esta concluindo essa importante obra no povoado” comenta Louro Maia.

bonfimnoticias

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br