Conecte-se conosco

Noticias

Em duas semanas, aumenta em 50% a proporção da população com anticorpos para coronavírus

Publicado

em

© Tiago Queiroz/Estadão Funcionários dos centros comerciais mediam a temperatura dos clientes e orientavam para o uso de álcool em gel.

A proporção da população com anticorpos para o coronavírus aumentou em 50% em duas semanas, de acordo com estudo conduzido pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) em mais de cem cidades de todos os Estados brasileiros. Os pesquisadores afirmam que o dado é um indicativo de que o total de pessoas que já tiveram a doença no Brasil está na casa dos milhões, e não dos milhares – oficialmente o Brasil tem 805 mil casos confirmados.

Entre os dias 4 e 7 de junho, os pesquisadores conduziram a segunda fase do estudo por meio de 31,1 mil entrevistas e testes para o coronavírus. Em 120 cidades, o que incluiu 26 das 27 capitais, foram testadas ao menos 200 pessoas selecionadas por sorteio. Em 83 cidades, mais de 200 pessoas foram testadas nas duas fases do estudo.

Nesses municípios, a proporção da população com anticorpos aumentou de 1,7%, na fase 1, para 2,6%, na fase 2 (com variações de 1,5% a 1,8% na fase 1 e de 2,4% a 2,8% na fase 2 pela margem de erro da pesquisa). Isso equivale a um aumento de 53%, o que os pesquisadores consideraram “estatisticamente significativo” e “inédito em estudos similares”.

“Por exemplo, na Espanha, estudo semelhante indicou aumento de apenas 4% entre as duas etapas da pesquisa”, compararam os pesquisadores, de acordo com nota oficial divulgada pela Ufpel.

Os especialistas ressaltam que os resultados não devem ser aplicados para todo o País nem usados para estimar o número absoluto de casos, uma vez que os testes ocorreram em cidades populosas, com circulação intensa de pessoas e que concentram serviços de saúde. “A dinâmica da pandemia, portanto, pode ser distinta da observada em cidades pequenas ou em áreas rurais”, ponderaram.

Os dados mostram que as diferenças entre as regiões são marcantes. As 15 cidades com maiores prevalências, detalha a universidade, incluem 12 da Região Norte e três do Nordeste (Imperatriz, Fortaleza e Maceió). Na Região Sul, segundo eles, nenhuma cidade apresentou prevalência superior a 0,5%, e, na Região Centro-Oeste, apenas três cidades superaram esta marca (Brasília, Cuiabá e Luziânia).

“Esse resultado confirma que a Região Norte tem o cenário epidemiológico mais preocupante do Brasil, o que já havia sido mostrado na primeira fase da pesquisa”, informou a nota da Ufpel.

Entre as capitais, também foram notadas disparidades. Em Boa Vista, a proporção da população que tem ou já teve a covid-19 foi estimada em 25%. Em outras cinco capitais, a porcentagem é maior que 10%: Belém, Fortaleza, Macapá, Manaus e Maceió. “Das 10 capitais com percentuais mais altos da população com anticorpos, quatro são da Região Norte, cinco são da Região Nordeste e um da Região Sudeste.”

A pesquisa destacou também o caso do Rio de Janeiro, onde a proporção estimada de pessoas com anticorpos aumentou de 2,2% para 7,5%. Em Maceió, o aumento foi de 1,3% para 12,2%. Em Fortaleza, o aumento foi de 8,7% para 15,6%.

Consulte a lista das cidades onde os testes foram realizados

Obs.: Campos em branco na coluna “%anticorpos”correspondem a valores menores que 1%

UFNome do municípioEntrevistas realizadasPositivos% anticorpos*
PAALTAMIRA25062.8%
SEARACAJU2502<<1%
SPARAÇATUBA2501<<1%
TOARAGUAÍNA20021.1%
ALARAPIRACA25062.8%
SPARARAQUARA2470<<1%
MABACABAL250104.7%
MGBARBACENA2500<<1%
MTBARRA DO GARÇAS2501<<1%
BABARREIRAS2500<<1%
SPBAURU2501<<1%
PABELÉM2503616.9%
MGBELO HORIZONTE2500<<1%
SCBLUMENAU2391<<1%
RRBOA VISTA2505425.4%
DFBRASÍLIA2502<<1%
PABREVES2502612.2%
SCCAÇADOR2500<<1%
MTCÁCERES2150<<1%
ESCACHOEIRO DE ITAPEMIRIM25031.4%
RNCAICÓ2500<<1%
PBCAMPINA GRANDE250146.6%
SPCAMPINAS2501<<1%
MSCAMPO GRANDE2030<<1%
PECARUARU22242.1%
PRCASCAVEL2500<<1%
PACASTANHAL2502310.8%
MACAXIAS2501<<1%
RSCAXIAS DO SUL2500<<1%
SCCHAPECÓ2500<<1%
ESCOLATINA2502<<1%
PICORRENTE2500<<1%
MSCORUMBÁ2500<<1%
CECRATEÚS2502<<1%
ACCRUZEIRO DO SUL2503315.5%
MTCUIABÁ25031.4%
MGDIVINÓPOLIS2500<<1%
MSDOURADOS2501<<1%
BAFEIRA DE SANTANA2081<<1%
PIFLORIANO2500<<1%
SCFLORIANÓPOLIS2050<<1%
CEFORTALEZA2263015.6%
GOGOIÂNIA2500<<1%
BAGUANAMBI2500<<1%
PRGUARAPUAVA2500<<1%
TOGURUPI2500<<1%
CEIGUATU2502<<1%
MAIMPERATRIZ2503516.5%
MGIPATINGA2240<<1%
GOIPORÁ2500<<1%
BAIRECÊ2500<<1%
SEITABAIANA25031.4%
BAITABUNA2001<<1%
GOITUMBIARA2500<<1%
ROJI-PARANÁ2502<<1%
PBJOÃO PESSOA250136.1%
SCJOINVILLE2500<<1%
BAJUAZEIRO2500<<1%
CEJUAZEIRO DO NORTE25031.4%
MGJUIZ DE FORA2500<<1%
AMLÁBREA25083.7%
SCLAGES2150<<1%
GOLUZIÂNIA25031.4%
RJ
Estadão

Noticias

Pindobaçu: ex-prefeito não paga aluguel do prédio onde funciona a prefeitura

Publicado

em

No volume de dividas deixado pelo Ex-Prefeito Hélio Palmeiras, nem mesmo o prédio onde funciona a sede da prefeitura, se livrou de um suposto calote. 

De acordo com o atual Prefeito Dr. Davi Menezes, a dívida refere-se a três meses de aluguel, conforme informações repassada por o responsável pelo imóvel, que fica em cima do Banco do Brasil. 

O novo gestor enfatizou ainda, que todos os dias aparece dividas e que sua equipe vem fazendo uma auditoria para tomar conhecimento da real situação em que se encontra o município. Já se sabe por exemplo, que existem dividas com funcionários, Coelba, Bancos, fornecedores, alugueis etc. 

Ainda de acordo com Dr. Davi, sua equipe jurídica e contábil, encontrou as contas da prefeitura praticamente zeradas e que entrará com diversos processos contra o ex-gestor, que deverá responde por improbidade administrativa, ao desobedecer a lei de responsabilidade fiscal, que veta restos a pagar, sem que haja dinheiro em conta.

Por:  Ribeiro Sousa

Continue Lendo

Noticias

Nas últimas 24 hs Bonfim registrou mais 07 novos casos de coronavirus

Publicado

em

Continue Lendo

Filadélfia

Vacinadora foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid, em Filadélfia

Publicado

em

A Técnica de Enfermagem e Vacinadora, Gisélia Pinto, se tornou a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em Filadélfia, nesta quarta-feira (20). A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu no pátio do Samu que dá acesso a Ala Covid. 

Nesse primeiro lote, chegaram em Filadélfia 99 doses da vacina CoronaVac. Foram contemplados como público alvo, profissionais da linha de frente no enfrentamento a covid, que tomarão a segunda dose daqui a duas ou quatro semanas.  

Para o vice-prefeito e secretário de Saúde, Odejonnes Barbosa, hoje é um dia que ficará para história.

“Estamos muito emocionados, apesar de termos recebido poucas doses, podemos dizer que já é o começo do fim, gratidão a Deus, ao prefeito Louro Maia por não ter medido esforços no combate à covid, aos guerreiros profissionais de saúde que hoje estão sendo vacinados, mas não devemos relaxar vamos continuar usando máscara e evitando aglomerações”, frisou. 

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br