Conecte-se conosco

Noticias

Estudante do IF Baiano de Sr. do Bonfim desenvolve projeto de tecnologia para ajudar agricultura local

Publicado

em

Em Senhor do Bonfim, uma jovem estudante, decidida a contribuir para a melhoria da realidade local, desenvolveu um protótipo que tem capacidade de otimizar a mão de obra de diversos agricultores. Esta é a história de uma aluna do curso de ciências da computação, do Instituto Federal Baiano, do Campus de Senhor do Bonfim. Adriana Nascimento arquitetou um protótipo de aviário automatizado que realiza funções como controlar o microclima do ambiente, permitindo que ventiladores liguem quando a temperatura estiver alta e desliguem assim que chegar ao ponto ideal para o local. “A ideia é fornecer um ambiente que melhore a qualidade dos ovos de forma tecnológica e autônoma”, destacou a pesquisadora.

A estudante lembra que os parâmetros de qualidade estabelecidos tecnologicamente foram definidos sob a orientação de professores de zootecnia. Além da temperatura, há um display que permite monitorar a umidade e o estado das cortinas que controlam acesso ao sol ou incitam sombras, pois o calor excessivo, segundo ela, é um dos principais causadores da mortalidade das aves. “Com o controle da temperatura, buscamos melhorar o bem-estar animal e, consequentemente, aumentar a produtividade do ovo”, ressaltou.

De acordo com Adriana, o projeto teve inspiração no contexto da região do semiárido baiano, onde, após visitas ao setor de campo, foi observado que o aviário de galinha de postura existente no Instituto é antigo, e que a maioria das atividades realizadas são manuais, o que demanda a presença constante de um funcionário no local. “Com a automação do aviário, se torna possível melhorar a produção no setor, reduzindo os gastos com mão de obra e energia, visto que os equipamentos de climatização serão ativados somente quando de fato houver necessidade”, disse.

Além de melhorar a vida dos trabalhadores do setor, ela destaca que o projeto veio do desejo de renovar o modelo de aviário que o Instituto possui e assim contribuir para otimizar o serviço. “Outra questão importante é que a automação do aviário com baixo custo é muito relevante para nossa região, já que os pequenos criadores de galinhas geralmente não possuem recursos para investir em tecnologia. Com esse projeto, acreditamos que ajudaremos toda uma cadeia produtiva da região a melhorar sua produção de ovos, ao diminuir o esforço por parte do trabalhador rural”, afirma a estudante ao relembrar que muitas vezes o processo de modernização dos aviários é caro e distancia os pequenos produtores da inovação.

Para reduzir os gastos, foi utilizado o microcontrolador Arduino, um pequeno computador de baixo custo, com poder de processamento e de fácil utilização. “Também buscamos reaproveitar o máximo possível de material para adaptar o aviário à realidade dos pequenos produtores do semiárido baiano”.

O projeto foi apresentado com menção honrosa pela XIX Escola Regional de Computação da Bahia, Sergipe e Alagoas (ERBASE), em maio deste ano, em Ilhéus, e passa pelo processo de angariar recursos para implementar os equipamentos no aviário do Campus onde Adriana estuda. “Nossa pesquisa foi orientada pelo professor de informática do IF Baiano, José Honorato Ferreira Nunes e realizada em parceria com o estudante Javan de Almeida. Para contribuir no andamento do trabalho, recebemos suporte financeiro da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação do IF BAIANO”, concluiu.

Bahia Faz Ciência

A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam, no dia 8 de julho, o Bahia Faz Ciência, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros.

As matérias serão divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estarão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail comunicacao.secti@secti.ba.gov.br

bonfimnoticias

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Pindobaçu: ex-prefeito não paga aluguel do prédio onde funciona a prefeitura

Publicado

em

No volume de dividas deixado pelo Ex-Prefeito Hélio Palmeiras, nem mesmo o prédio onde funciona a sede da prefeitura, se livrou de um suposto calote. 

De acordo com o atual Prefeito Dr. Davi Menezes, a dívida refere-se a três meses de aluguel, conforme informações repassada por o responsável pelo imóvel, que fica em cima do Banco do Brasil. 

O novo gestor enfatizou ainda, que todos os dias aparece dividas e que sua equipe vem fazendo uma auditoria para tomar conhecimento da real situação em que se encontra o município. Já se sabe por exemplo, que existem dividas com funcionários, Coelba, Bancos, fornecedores, alugueis etc. 

Ainda de acordo com Dr. Davi, sua equipe jurídica e contábil, encontrou as contas da prefeitura praticamente zeradas e que entrará com diversos processos contra o ex-gestor, que deverá responde por improbidade administrativa, ao desobedecer a lei de responsabilidade fiscal, que veta restos a pagar, sem que haja dinheiro em conta.

Por:  Ribeiro Sousa

Continue Lendo

Noticias

Nas últimas 24 hs Bonfim registrou mais 07 novos casos de coronavirus

Publicado

em

Continue Lendo

Filadélfia

Vacinadora foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid, em Filadélfia

Publicado

em

A Técnica de Enfermagem e Vacinadora, Gisélia Pinto, se tornou a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em Filadélfia, nesta quarta-feira (20). A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu no pátio do Samu que dá acesso a Ala Covid. 

Nesse primeiro lote, chegaram em Filadélfia 99 doses da vacina CoronaVac. Foram contemplados como público alvo, profissionais da linha de frente no enfrentamento a covid, que tomarão a segunda dose daqui a duas ou quatro semanas.  

Para o vice-prefeito e secretário de Saúde, Odejonnes Barbosa, hoje é um dia que ficará para história.

“Estamos muito emocionados, apesar de termos recebido poucas doses, podemos dizer que já é o começo do fim, gratidão a Deus, ao prefeito Louro Maia por não ter medido esforços no combate à covid, aos guerreiros profissionais de saúde que hoje estão sendo vacinados, mas não devemos relaxar vamos continuar usando máscara e evitando aglomerações”, frisou. 

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br