novembro 18, 2018 10:09 pm
Home / Noticias / Estudo diz que consumir muito carboidrato pode ser pior que consumir gordura

Estudo diz que consumir muito carboidrato pode ser pior que consumir gordura

Comer muito carboidrato aumenta o risco de morrer mais do que comer gordura em excesso. A conclusão polêmica é de um estudo que foi publicado numa das mais respeitas revistas científicas do mundo – a The Lancet. Muitos pesquisadores questionam os resultados. O Bem Estar convidou o cardiologista Daniel Magnoni e a nutricionista Lara Natacci para ajudar a entender se os dados mudam algo na nossa vida.

O estudo foi feito com, aproximadamente, 135 mil pessoas. Elas foram seguidas durante um período médio de sete anos e meio. Nesse período, os pesquisadores coletaram informações para associar com eventos cardiovasculares, infarto, AVC, insuficiência cardíaca. Periodicamente, os participantes de 18 países responderam a questionários sobre os padrões alimentares.

Os pesquisadores dividiram e compararam grupos de maior e menor consumo de carboidratos e gorduras e descobriram que, no total de óbitos, que pode ser por qualquer causa, a mortalidade era 28% maior entre os que consumiam mais carboidrato e 23% entre os que consumiam mais gordura. Entretanto, o estudo não encontrou uma relação direta entre o consumo de gordura ou carboidrato com o aumento de mortalidade por doenças cardiovasculares.

Outros pesquisadores questionam os resultados. Para eles, o estudo deveria ter considerado outros fatores de risco que podem ser responsáveis por esse número total de mortes, como, por exemplo, o tabaco.

O excesso de carboidrato sem dúvida faz mal, aumenta o risco de obesidade e, consequentemente, o risco de desenvolver doença cardiovascular. Os convidados do Bem Estar orientam a manter a diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia, que é no máximo 60% de carboidrato e 30% de gorduras – dentro dos carboidratos sempre dar preferência para os de boa qualidade; no caso da gordura, consumir apenas 5% de gordura saturada.

Carboidrato x gordura

Segundo a nutricionista, diminuir o consumo de carboidrato simples (açúcar, doces e cereais refinados) é benéfico à saúde. Entretanto, não é saudável deixar de consumir arroz, batata, aveia, legumes e frutas, achando que esses alimentos, por conterem carboidratos, vão causar ganho de peso. A falta de carboidrato também pode causar um descontrole na alimentação, uma vez que não é fácil aguentar uma restrição dessas por muito tempo.

O cardiologista lembra que estudos recentes não foram capazes de mostrar que o consumo de gorduras de qualquer natureza, com exceção da trans, possam prevenir ou causar aumento das doenças cardiovasculares em populações não cardiopatas. Isso não quer dizer que alimentos fonte de gordura saturada estejam liberados.

G1

Você pode Gostar de:

Grande quantidade de poços artesianos pode deixar interior de Campo Formoso sem água

O biólogo Rangel Carvalho de Campo Formoso, está realizando um estudo sobre os recursos hídricos …