agosto 17, 2018 10:23 am
Home / Brasil / Inquérito arquivado sobre Temer relata supostas ‘caixinhas ou propinas’ em SP

Inquérito arquivado sobre Temer relata supostas ‘caixinhas ou propinas’ em SP

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou na semana passada que o Ministério Público (MP) tenha acesso a um inquérito – já arquivado – sobre supostas irregularidades no Porto de Santos, de acordo com o Jornal Nacional, da rede Globo. Os documentos podem ajudar nas investigações de outro inquérito que apura se um decreto do presidente Michel Temer teria ou não favorecido empresas do setor de portos em troca de propina. Os quatro volumes do inquérito que cita o presidente Temer, na época deputado federal, estão arquivados desde outubro do ano passado. A ordem foi da juíza Silvia Maria Rocha, da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo. O inquérito foi aberto pela Polícia Federal em Santos em 2004, depois que os delegados receberam uma cópia de uma ação na qual a estudante Erika Santos pedia pensão alimentícia e parte dos bens do empresário Marcelo de Azeredo, com quem teve um relacionamento desde 1997. Ela acusava o ex-companheiro de comandar um esquema de corrupção no porto. Erika diz que “essas caixinhas ou propinas” eram repartidas entre Marcelo, o padrinho político dele, o então deputado federal Michel Temer, e uma pessoa conhecida como Lima.

BN

Você pode Gostar de:

INSS cobra segurados que receberam a desaposentação

Quase dois anos após o Supremo barrar a desaposentação, o INSS passou a cobrar a devolução da diferença …