Conecte-se conosco

Jaguarari

JAGUARARI – Ministério Público investiga presidente da Câmara de vereadores, por supostos novos funcionários fantasmas

Publicado

em

O Ministério Público abriu procedimento investigatório IDEA N. 127.9.124087/2018 para investigar o presidente da Câmara de vereadores de Jaguarari – Marcio Gomes, pela suposta contratação de novos funcionários fantasmas para câmara. Vale lembrar que o presidente da Câmara de vereadores de Jaguarari já responde a ação criminal, por esses mesmos crimes, quando no ano de 2017, nomeou servidores que nunca trabalharam na câmara e recebiam salário de quase R$ 2000,00 (dois mil reais).

Essa nova denuncia é ainda mais grave, porque além da nomeação de fantasmas, o presidente omitia as informações do processo de pagamento ao ETCM, em suposta fraude aos meios legais de fiscalização. Agora a situação do presidente pode se complicar, haja vista que algumas medidas cautelares restritivas de direitos já haviam sido determinadas pela juíza da comarca local, tal como comparecimento obrigatório ao cartório criminal a cada dois meses, impossibilidade de deixar o país sem prévio conhecimento vara criminal, etc.

O ingresso de uma nova ação crime pelo Ministério Público pode representar pela queda das cautelares, e assim, automática determinação de prisão pelo juízo da comarca local. Na denúncia o Ministério Público, já possui farto material que comprova a existência de um suposto esquema de mais 3 funcionários fantasmas, nomeados pelo presidente, em lesão ao erário público.

Os novos supostos funcionários fantasmas são:

1- ANDRESSA DA SILVA OLIVEIRA.

2- DIEGO SILVA FERREIRA DA COSTA

3-EULA PAULA FEITOSA DA SILVA

O Ministério público já vinha investigando todo o suposto esquema criminoso, estando com diversas provas dos fatos, inclusive já intimou o presidente da Câmara de vereadores de Jaguarari, sobre todos os supostos fatos, agravando fortemente a situação jurídica do atual presidente, que poderá ter pedido de prisão decretado, inclusive por quebra das medidas cautelares que já tinham sido determinadas pelo juízo da comarca local, no processo anterior dos funcionários fantasmas em curso e já na fase de final de instrução.

Continue Lendo
Clique para comentar

Jaguarari

Prefeitura de Jaguarari divulga novo boletim epidemiológico desta segunda (23)

Publicado

em

Divulgamos nesta edição que foram diagnosticados 21 novos casos de coronavírus, sendo 15 por exame RT-PCR (LACEN) e 06 por Teste Rápido. Com relação à residência, 18 são da sede, 01 do distrito de Juacema, 01 do distrito de Gameleira e 01 do distrito de Pilar.
No momento, 700 pacientes já estão recuperados (94%) e 04 pacientes permanecem internados.

Qualquer dúvida relacionada ao COVID-19, utilize a central de atendimento mandando mensagem de WhatsApp para (74) 99948 0045 ou Ouvidoria Municipal através do número (74) 99976-4748.

Continue Lendo

Jaguarari

Boletim Epidemiológico JAGUARARI – 23 de Novembro

Publicado

em

Divulgamos nesta edição que foram diagnosticados 21 novos casos de coronavírus, sendo 15 por exame RT-PCR (LACEN) e 06 por Teste Rápido. Com relação à residência, 18 são da sede, 01 do distrito de Juacema, 01 do distrito de Gameleira e 01 do distrito de Pilar.
No momento, 700 pacientes já estão recuperados (94%) e 04 pacientes permanecem internados.

Qualquer dúvida relacionada ao COVID-19, utilize a central de atendimento mandando mensagem de WhatsApp para (74) 99948 0045 ou Ouvidoria Municipal através do número (74) 99976-4748.

Continue Lendo

Jaguarari

Paciente de Senhor do Bonfim busca atendimento em Jaguarari e acusa UPA de descaso

Publicado

em

Recebemos a denuncia de familiares de um paciente, que precisou se dirigir a UPA em Senhor do Bonfim, no sábado dia 21, devido a glicemia alta , chegou na unidade ás 13h00 min. a enfermeira fez a triagem, saindo ás 13:30 min. para chamar o médico, retornou as 15h00 min. o médico não teria avaliado e apenas prescreveu o que a enfermeira teria dito, ás 15:20 min. foi aplicado a insulina, lembrando que estava em 500 a glicemia, paciente idoso, diabético e hipertenso, a glicemia deveria ser controlada a cada hora o que não teria ocorrido. Segundo familiares o médico só foi avaliar as 17:20 min. A enfermeira aplicou insulina direto na veia sem o controle de uma bomba de infusão,o que teria colocado o paciente em risco, os parentes preocupado com a saúde do familiar o levaram para o município vizinho de Jaguarari, onde foi atendido imediatamente. Triado pela enfermeira em seguida pelo médico.

Redação do Cleber Vieira News

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br