Conecte-se conosco

Noticias

Maia diz que recurso para transferência de renda precisa cumprir teto e não deve vir de novo imposto

Publicado

em

© Reuters/Adriano Machado

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira que a proposta do governo de criar um novo programa de transferência de renda para substituir o Bolsa Família precisa respeitar o teto de gastos, e disse esperar que não sejam criados novos impostos como forma de gerar receita.

“Temos que ter responsabilidade de aguardar qual vai ser a proposta do governo e trabalhar com base no Orçamento primário, temos de dizer onde vamos cortar”, disse Maia em entrevista coletiva. “Nosso papel não é criar despesas e ver como paga depois.”

O deputado afirmou, ainda, que há “zero chance” de se criar alguma brecha no orçamento especialmente dedicado ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus para direcionar recursos para obras públicas.

Em entrevista coletiva na Câmara, Maia disse que a questão “mais importante” no curto prazo é regulamentar o gatilho do teto de gastos com o governo avaliando o que é possível cortar de despesas atuais. Ele citou que há discussões de se acabar com o abono salarial, seguro defeso e retirar recursos do sistema S para abrir folga fiscal, mas ressalvou que é preciso saber se o governo tem voto para aprovar essas mudanças no Congresso.

O presidente da Câmara destacou que, a partir do momento em que se conseguir reduzir as despesas, vai se ver o espaço que se tem no Orçamento do próximo ano para se criar um novo programa, como seria o caso do substituto do auxílio emergencial. Frisou que ele não pode ser oriundo de novos impostos.

Maia disse que um dos caminhos poderia ser o fim da indexação de despesas do governo, com salários de servidores e contratos públicos. “Mas precisa de voto, porque é emenda constitucional”, disse. Ele afirmou que, além de abrir espaço no Orçamento para investimentos, é preciso monitorar o déficit primário que ainda vai persistir após a pandemia.

Questionado sobre uma redução do auxílio emergencial de 600 reais para 200 reais em outro formato, o presidente da Câmara disse que o Parlamento tem responsabilidade no debate.

“A gente sabe que a manutenção dos 600 reais é muito difícil. A criação das condições para que se tenha uma renda básica maior atingindo um número de pessoas acima do Bolsa Família vai ter um custo extra que, no meu ponto de vista, tem que ser analisado dentro do teto de gastos”, afirmou.

Reuters

Continue Lendo
Clique para comentar

Campo Formoso

Grupos políticos fazem lançamento de candidaturas em Campo Formoso

Publicado

em

Os grupos políticos “Boca Preta” e “Boca Branca” fizeram a abertura da campanha eleitoral do município de Campo Formoso (BA), neste domingo (27), com discursos transmitidos pelas redes sociais.

A coligação “Construindo um novo tempo”, encabeçada pelo candidato a prefeito Elmo Nascimento (DEM) e o candidato a vice-prefeito Jaci Muniz (DEM), apresentou suas propostas através do Facebook por volta das 17h. O bate-papo entre os dois aconteceu direto do distrito de Lage dos Negros.

Confira no link: (https://www.facebook.com/elmonascimentocf/videos/391492261844984 )

Já a coligação “Agora é avançar mais”, que representa o grupo Boca Preta, lançou por volta das 19h a campanha de reeleição da atual prefeita e candidata Rose Menezes (PSD) e do seu vice-prefeito e novamente postulante ao cargo Ismael Pereira (PSB). O evento foi transmitido pelo canal no YouTube.

Candidatos (as) ao cargo de vereador (a) também iniciaram neste domingo a campanha através de plataformas de redes sociais.

campoformosonoticias

Continue Lendo

Jaguarari

Jaguarari: Distrito de Flamengo foi o local escolhido para o início da campanha de Everton Rocha e Odilon Almeida

Publicado

em

Foi iniciada neste domingo (27), com grande apoio popular a campanha do PSDB de Jaguarari e da coligação “Jaguarari nas mãos do povo” composta pelos partidos PP, DEM e MDB, que apresenta como candidatos a prefeito e vice-prefeito, Everton Rocha e Odilon Almeida. O objetivo dos candidatos era de iniciar a campanha apenas com visitas e reuniões no distrito de Flamengo. Porem ao chegarem a Praça da Matriz foram recepcionados por uma multidão que externou sua vontade de ver continuado o trabalho do atual prefeito Everton Rocha a frente do executivo municipal.

Durante o evento diversas lideranças politicas reafirmaram seu compromisso de apoio à candidatura do atual gestor e seu vice como os ex-prefeitos Edson Almeida e João Cardoso, do vereador Paulinho Morgado e do ex-vereador Eduardo Batista. O candidato a vice-prefeito, Odilon Almeida, destacou os motivos que o fizeram aceitar a compor a chapa com Everton Rocha. “Aceitei seu convite, por que vi a sua força de vontade e empenho em transformar esse município, mesmo com todas as adversidades que atrapalharam seu governo. Fiz a escolha certa e sei que Jaguarari continuará o processo de desenvolvimento, proporcionando a cada cidadão uma cidade melhor para todos”, destacou.

Em sua fala Everton Rocha exaltou as conquistas obtidas durante o pouco tempo que esteve à frente da prefeitura. “Fizemos um belíssimo trabalho por nosso município mesmo em pouco tempo. Espero continuar esse trabalho que foi destaque até mesmo em outros municípios. Gostaria de agradecer a todos vocês. Que festa linda! A nossa campanha será pautada em propostas, respeito e acima de tudo em realizações que irão elevaram ainda mais o patamar da nossa querida Jaguarari. O nosso próximo encontro será no distrito de Gameleira nesta terça-feira (29). Vamos juntos rumo à vitória”, finalizou.

Jaguarari nas mãos do povo

Continue Lendo

Noticias

Ponto Novo continua sem casos confirmados de Covid-19 há mais de uma semana; confira Boletim Epidemiológico

Publicado

em

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br