Conecte-se conosco

Noticias

Nordestinos são atacados nas redes sociais após resultado do primeiro turno

Publicado

em

Montagem com ataques aos nordestinos nas redes sociais. Foto: Reprodução

Com cerca de 95% das urnas apuradas e o resultado de segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) definido, internautas começaram a atacar o Nordeste — região em que o Partido dos Trabalhadores conseguiu seu melhor resultado — nas redes sociais. Xingamentos e pedidos para que os estados daquela região do país fossem separados do Brasil ficaram entre os assuntos mais comentados na web na noite deste domingo: “Haddad no segundo turno, vocês tão de sacanagem. Alguém tira o nordeste aí, por favor“,

Se o nordestino tivesse a cabeça redonda pensaria melhor“, constava de uma das mensagens publicadas no Twitter.

Mensagem nas redes. Foto: Reprodução

Outro usuário disse que o “povo nordestino votou em Haddad só por causa do Bolsa Família. Ninguém quer trabalhar“. “Nordestino vota no PT, mas depois vem pro Sul procurar emprego“, comentou outro internauta.

Pelo amor de Deus, vamos separar o nordeste do resto do Brasil“, postou ainda outro usuário. “Nordestino não é gente. Essa eleição foi só mais uma prova disso“, escreveu um homem.

Depois que as críticas começaram a ficar numerosas na web, internautas começaram a postar mensagens de apoio aos nordestinos:

Deveriam separar o nordeste do restante do país já que é a única região que ainda tem inteligência na hora de votar“, escreveu um internauta.

Mensagem nas redes. Foto: Reprodução

O comportamento dos usuários após a divulgação dos resultados repetiu o que já havia sido feito no pleito de 2014. Militantes tucanos e petistas continuaram a troca de ofensas que marcou o debate nas redes. Eleitores mais radicais do PSDB chegam a pedir a separação dos estados que deram maioria a Aécio enquanto petista defendem a expulsão dos adversário para Miami.

Em alguns casos, os posicionamentos políticos tiveram características racistas e preconceituosas. O desempenho no Nordeste, a segunda mais populosa do país, foi o principal foco de ofensas nas redes.

*blogdoeloiltoncajuhy

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Ministério da Saúde atualiza recomendações sobre vacinação contra sarampo em Senhor do Bonfim

Publicado

em

NOTA TÉCNICA MUNICIPAL

CONFORME NOTA Nº 191/2019 DO MINISTÉRIO DA SAÚDE QUE ATUALIZA AS RECOMENDAÇÕES SOBRE A VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO PARA CRIANÇAS DE SEIS A 11 MESES DE IDADE INFORMAMOS A TODA POPULAÇÃO BONFINENSE:

  1. A Bahia encontra-se em situação de surto e nos últimos 90 dias, no Brasil, houve registro de 228 casos confirmados de em menores de 1 ano;
  2. O ministério da saúde recomenda a vacinação das crianças de 6 a 11 meses de idade contra o sarampo, com uma dose da vacina tríplice viral devendo manter as recomendações estabelecidas no calendário nacional de vacinação;
  3. A vacinação de ROTINA contra o sarampo continua mantida na população de 1 ano ate 49 anos em TODAS AS UNIDADES DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE SENHOR DO BONFIM;
  4. Caso não haja nos estados, casos confirmados de Sarampo no período de 90 dias, esta recomendação do MINISTÉRIO DA SAÚDE, para crianças de 6 a 11 meses de idade será desconsiderada;

Renovamos votos de estima e consideração,

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA/IMUNIZAÇÃO

blogdoclebervieira

Continue Lendo

Andorinha

Projeto Mais Saúde vai iniciar em Morro Branco

Publicado

em

Agora Andorinha conta com o Programa Mais Saúde.
O Mais Saúde tem o objetivo de levar atendimento médico até as comunidades facilitando o acesso dos nossos munícipes aos nossos médicos e fazendo o que mais gostamos, cuidar de gente!

E atenção comunidade de Morro Branco, o mais saúde terá a pré-estreia na sua região.
Dia 24 de agosto à partir das 7 horas.

É a Prefeitura de Andorinha levando a saúde até você.

blogdonettomaravilha

Continue Lendo

Noticias

SISMUSB e SINTESB reivindicam direitos dos servidores públicos municipais de Senhor do Bonfim

Publicado

em

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Senhor do Bonfim (SISMUSB) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Senhor do Bonfim (SINTESB) realizaram uma reunião com os representantes dos trabalhadores para discutir o estado de greve em prol dos direitos dos servidores. A discussão acerca da realização de uma greve surgiu após diálogos realizados entre o SISMUSB, SINTESB e a Prefeitura de Senhor do Bonfim, pois ao ter conhecimento dos problemas apresentados pelos Sindicatos, a gestão municipal não adotou nenhuma medida para solucioná-los.

O SISMUSB e o SINTESB reivindicam a reposição do piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), dos Agentes de Combate a Endemias (ACE), e dos professores, caso a situação não seja resolvida pela Prefeitura de Senhor do Bonfim, os Sindicatos entrarão com ação judicial representando os servidores para que seus direitos sejam respeitados conforme determina o artigo 8, III, da Constituição Federal de 1988. O Sindicato também pretende denunciar o prefeito Carlos Brasileiro por improbidade administrativa, pois o gestor não efetua o pagamento do 13º, direito social dos trabalhadores expresso no artigo 7º, VIII, da Constituição Federal de 1988 e não fornece Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), garantidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

O presidente do SISMUSB, Raimundo Nonato de Oliveira, destacou que “Após algumas reuniões tentando negociar o reajuste salarial dos servidores, o prefeito Carlos Brasileiro se negou a nos receber e alegou que não poderia cumprir com as leis da reposição salarial. Assim, estamos em estado de greve para tentar convencer o prefeito Carlos Brasileiro a rever suas alegações e negociar. Caso isso não aconteça, entraremos em greve, para que todos saibam que estamos lutando pelos nossos direitos”.

O vice-presidente do SINTESB, Adailton de Souza, ressaltou que o estado de greve é importante para tentar garantir o direito do reajuste salarial dos professores. “Desde janeiro esse reajuste deveria ter sido feito, pois o próprio prefeito criou uma lei em 2017, na qual mudou a data base para negociação salarial de maio para janeiro, mas este ano, já estamos chegando ao mês de setembro, e a prefeitura não nos chamou para negociar”.

Souza complementou ainda que “A prefeitura não se preocupa, nem se sensibiliza com a causa do trabalhador. Por isso, a nossa intenção é mobilizar os servidores públicos municipais para que despertem para a luta, que não é apenas da diretoria dos sindicatos, mas de toda a coletividade”.

A reunião contou com a participação do presidente e da tesoureira do SISMUSB, Raimundo Nonato de Oliveira e Sônia Lúcia de Santana, respectivamente; do presidente e vice-presidente do SINTESB, Janilson Torquato e Adilson de Souza, respectivamente; do presidente dos Agentes Comunitários de Saúde de Senhor do Bonfim (AMACS-SB), Josemar Nascimento; da servidora Zenaildes; e do assessor jurídico, Lúcio Sá.

Lorena Simas
Assessora de Comunicação do SISMUSB

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br