novembro 16, 2018 5:02 am
Home / Eleições 2018 / Nunca houve virada no 2º turno para a Presidência; nos Estados, foram raras

Nunca houve virada no 2º turno para a Presidência; nos Estados, foram raras

Sérgio Lima – Poder360 – 24.mai.2017 Fachada do Palácio do Planalto com soldado na rampa

O sistema eleitoral no Brasil adotou a possibilidade de 2º turno na Constituição de 1988. A primeira eleição que usou esse dispositivo foi a presidencial de 1989.

O Brasil teve 93 eleições para governadores disputadas no 2º turno. Em apenas 27 delas houve uma virada na 2ª fase do pleito –quando o concorrente que termina o 1º turno na frente depois é derrotado pelo seu oponente que estava em desvantagem.

No caso de eleições presidenciais, houve 5 disputas. Em todas elas não houve nenhuma reviravolta no 2º turno. O presidenciável que estava na frente durante o 1º turno ganhou a eleição na rodada final de votação.

Neste ano, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputarão o 2º turno ao Palácio do Planalto. Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em números arredondados, Bolsonaro obteve 46% dos votos válidos e Haddad 29%, uma diferença de 17 pontos percentuais entre eles.

Em 2002, por exemplo, Lula (PT) obteve 46,4% dos votos contra o José Serra (PSDB), que pontuou 23,2%. A diferença entre o 1º e o 2º colocado era de 23,2 pontos percentuais. No 2º turno, Lula venceu o tucano com 61,3% dos votos válidos, 1 crescimento de 14,9 pontos. Serra terminou o pleito com 38,7%– subiu só 15,5 pontos.

Eis abaixo uma tabela sobre a evolução dos candidatos no 2º turno para à Presidência.

Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

Você pode Gostar de:

A secretaria municipal de saúde está realizando atendimento compartilhado

Consultas, orientações e teste da Orelhinha, através de profissionais das áreas de Clínica Médica, Farmácia, …