Conecte-se conosco

Noticias

O voto das mulheres desafia a extrema direita brasileira

Publicado

em

Wikimedia Commons Manifestação pela legalização do aborto em dezembro de 2016

As mulheres brasileiras são a maioria (53%) entre os eleitores nas eleições presidenciais que estão à porta. E são sempre as que mais votam. Querendo, elas podem decidir quem presidirá o país em um dos momentos mais difíceis e perigosos após a ditadura militar. A democracia, que muitos vêem ameaçada pelo ressurgimento de uma extrema direita militarista e violenta, presidida pelo capitão da reserva, Bolsonaro, poderá ser salva graças às mulheres.

Elas começaram a se mexer com força, como indica o movimento “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, que já coletou mais de um milhão de assinaturas no Facebook e está conseguindo 10 mil membros por minuto. É uma aposta feminina contra o ressurgimento de uma política que visa resolver os problemas deste convulsionado continente com balas, oferecendo a violência como um talismã para a solução de todos os males.

Sempre apostei em uma solução positiva para este país, mesmo quando tudo parecia ficar política e socialmente sombrio. Quando, meses atrás, soavam como luto os sinos da abstenção nas eleições, alcançando 40% do eleitorado, continuei acreditando que, no final, a sensatez triunfaria, sob pena de colocar o país diante de um abismo com sérias repercussões econômicas e morais que acabam atingindo sempre os mais frágeis. Aqueles que hoje parecem dispostos a não votar ou a anular o voto, já são cada vez em menor número e estão se aproximando das taxas normais das eleições anteriores. O senso de responsabilidade está vencendo.

Uma vez terminadas as eleições, cuja aposta espero que seja naqueles que defendem os melhores valores desta sociedade que quer viver em paz, poderemos ver o peso real que o voto feminino teve contra os fantasmas da intolerância e do populismo. As mulheres, afinal, vivem umbilicalmente ligadas à vida real, à dor de cada dia. Elas são as maiores vítimas da violência dentro e fora de casa.

Um movimento feminino contra o candidato que ameaça incendiar o país com a violência e com nostalgias de golpes militares é a melhor demonstração de que a mulher, desde o Homo Sapiens, continua a ser a defensora da vida que nela é gerada. Da vida e dos valores da liberdade e da religião como o motor da libertação contra a tirania dos ídolos. Gea, a primeira divindade da História, era uma mulher. Era a deusa da Terra e da fecundidade. Enquanto os homens lutavam em guerras, as mulheres cultivavam a vida.

A mulher, apesar de ter sido estigmatizada com o selo da fragilidade, como se tem visto com a candidata negra Marina Silva, sempre se revelou mais forte que o homem, principalmente nas horas de dor e derrota. E isso, apesar do fato de que os homens, que provavelmente dominavam até mesmo a linguagem, tingirem de feminino todos os substantivos femininos que se referem à violência. Assim, eles fizeram a guerra feminina. Feminino são as batalhas, as armas, as balas, a bomba atômica. Até as flechas envenenadas dos nativos são femininas. E a pólvora. São femininas a pobreza, a escravidão e a derrota.

O arrojo, o heroísmo e o orgulho foram reservados para eles, os homens. São masculinos. E no entanto, é nos lagos do feminino que os conceitos mais nobres da Humanidade são reproduzidos, como a paz e a esperança, junto com a criatividade, a arte e a cultura. Feminina é a vida. São as mãos que curam, abraçam e nutrem. A luz é mulher, assim como a poesia.

O mundo escureceu quando os homens masculinizaram os deuses que se tornaram violentos. A religião foi sempre feminina até que alguém a transformasse em um instrumento de poder e prevaricação contra os mais frágeis. A política é feminina, assim como a democracia. E no Brasil, poderão ser as mulheres que devolverão a esperança a esta sociedade amargurada e irritada. A liberdade, como a igualdade, é profundamente feminina, e as mulheres brasileiras estão lutando para que não acabem profanadas nas garras da intolerância, que é a bandeira de todos os famintos e sedentos de violência.

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Contas do 3º quadrimestre da secretaria de saúde de Senhor do Bonfim foram reprovadas pelo conselho municipal de saúde

Publicado

em

Durante reunião que aconteceu nessa terça-feira (19), entre os conselheiros da saúde municipal, foram reprovadas por 4 votos contra, 1 voto de abstenção e 2 votos de aprovação com ressalvas, as contas do 3º quadrimestre da Secretaria Municipal de Saúde de Senhor do Bonfim.

De acordo com informações existem diversas suspeitas de irregularidades na contratação de pessoal, não foram apresentadas prestações de conta do Hospital Regional ainda sob a gestão do Instituto Caminhada, inclusive prestação essa cobrada pelos vereadores, até hoje também não apresentadas, dentre outras situações tenebrosas na área da saúde, os conselheiros decidiram reprovar as contas da saúde em questão.

Funcionários até hoje com rescisões em mãos sem receber nenhum centavo, procuram o Instituto Caminhada e esse se nega a atender. Dizem que a prefeitura deve a eles e que este dinheiro é para pagar as rescisões, além de sofrerem ameaças pela prefeitura, caso queiram colocar na justiça.

Nossa reportagem procurou o presidente do conselho, mas até o presente momento não obtivemos resposta.

Blog do Netto Maravilha

Continue Lendo

Noticias

Prefeitura de Senhor do Bonfim empossa novos secretários e assessores

Publicado

em

O prefeito de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro, empossou na tarde desta segunda-feira (18,) o novo titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Esporte, Francisco Carlos Carneiro Ribeiro, a secretária Interina de Cultura, Rubenalva Alves de Souza, a Nalvinha, os diretores de Transportes e Trânsito, José Clerton Borges e Rosiani Felipe da Silva Araújo, o coordenador de Eventos e Cerimonial, Ricardo Miranda de Aquino e o novo assessor de Comunicação Social, Arivaldo dos Anjos Silva.

Para o prefeito, as mudanças na estrutura do Executivo Municipal representam uma verdadeira oxigenação para a administração para melhor atender ao cidadão.

“Uma mudança é sempre bem vinda, desde que seja feita com critérios e argumentos. Alguns dos nossos colaboradores saíram do governo por motivos pessoais, alcançaram espaços importantes no Governo do Estado, e poderão ajudar no desenvolvimento de Senhor do Bonfim. Outras mudanças foram necessárias para que o governo ganhe energia. Quem sai, vai de maneira tranquila e quem chega, vem com fôlego e ideias novas. Espero que esses setores funcionem em todo seu potencial e tragam bons frutos para a nossa cidade”, destacou.

Ainda de acordo com Brasileiro, a vinda do secretário Carlos Carneiro é muito importante para o crescimento da economia municipal, o avanço do turismo e dos esportes. “Carlos é um desportista nato, um empresário bem sucedido com grande penetração entre os comerciantes locais. Além de ser um homem preparado e realizador, que faz acontecer com lealdade, compromisso e seriedade. Com certeza fará a diferença”, ressaltou o prefeito.

Com as alterações em setores estratégicos como Cultura, Chefia de Gabinete, Comunicação Social, Trânsito e Eventos, o município ganha sangue novo para responder aos anseios da população da Terra do Bom Começo.

ASCOM – Prefeitura de Senhor do Bonfim

Continue Lendo

Jaguarari

Prefeitura de Jaguarari divulga tabela com os jogos da primeira rodada das oitavas de final da Copa Rural 2019

Publicado

em

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br