Conecte-se conosco

Noticias

Partidos do ‘Centrão’ perdem 22 deputados na nova Câmara

Publicado

em

Dida Sampaio/Estadão Maia elogiou as propostas de governo de Alckmin e disse que “historicamente” o DEM é aliado do PSDB, e isso deve ser levado em conta.

O bloco de partidos que forma o núcleo do Centrão – PPDEMPRPRB e Solidariedade – encolheu 22 parlamentares e perdeu força na eleição de domingo para a Câmara de Deputados. Juntos, os cinco partidos terão 142 representantes na próxima legislatura, ante 164 em exercício atualmente, uma redução de 13,4%.

Sob a liderança do atual presidente da Câmara, o deputado reeleito Rodrigo Maia (DEM-RJ), os partidos ganharam adesões nas últimas janelas de troca partidária e chegaram maiores para a disputa da eleição, com 164 deputados, além de ativos, como tempo de TV e verbas públicas. O apoio de partidos do Centrão foi disputado pelos candidatos a presidente de todos os espectros, e o bloco fechou aliança com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que terminou a disputa em quarto lugar.

O Centrão ascendeu ao comando da Câmara em 2015, com a eleição do ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ) para presidir a Casa contra o nome preferido pelo governo da então presidente petista Dilma Rousseff, que no domingo não conseguiu se eleger para o Senado. O grupo seria crucial para a abertura do processo de impeachment de Dilma, virou base de governo do sucessor, o presidente Michel Temer, e se reorganizou no Legislativo mesmo após a cassação de Cunha, condenado e preso na Operação Lava Jato.

Se comparado com o resultado desses cinco partidos em 2014, quando elegeram 129 deputados, o resultado de domingo representam uma ampliação de 13 parlamentares – o equivalente a 10% a mais. No entanto, à época o Centrão não atuava em bloco. Parte das siglas apoiava Dilma (PP, PR e PRB) e parte estava na oposição, tendo se coligado ao senador tucano Aécio Neves (DEM e Solidariedade). Mesmo no comando de ministérios, os partidos foram abandonado o governo Dilma, em 2016, em meio às articulações do processo de impeachment.

Agora, a tendência é que o bloco volte a rachar no segundo turno da eleição presidencial, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Líder de votos no primeiro turno, Bolsonaro já desprezou, ao menos publicamente, o apoio desses partidos. Aliados dele, porém, já fizeram chegar ao comando das legendas sinais de aproximação. É o caso do PRB, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, cujo líder religioso, o bispo Edir Macedo, declarou apoio a Bolsonaro. A ala judaica da campanha do PSL é próxima ao PRB e à Universal. A cúpula do DEM também prefere Bolsonaro. Ao votar neste domingo no Rio, Rodrigo Maia indicou afinidade pelo colega de Câmara. Ele criticou o PT, disse que concorda com propostas econômicas de Bolsonaro e afirmou que “nosso lado ideológico está mostrando grande maioria no Rio e no Brasil”.

Haddad, por sua vez, recebeu apoio hoje da Força Sindical, braço de sustentação do Solidariedade, e deverá ter ao seu lado deputados de PP e PR com base no Nordeste e que fizeram campanha, assim como o presidenciável, com a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. “A Força Sindical decidiu indicar aos seus filiados o apoio ao candidato Haddad no segundo turno”, publicou no Twitter após reunião com dirigentes o secretário-geral da central, João Carlos Gonçalves, o Juruna, braço direito de Paulinho da Força (SP), deputado reeleito que preside o Solidariedade.

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Trabalhadores se reunirão nesta sexta 16 para decidir sobre a greve em Bonfim

Publicado

em

O Sismusb juntamente com o Sintesb, associações de endemias, agentes comunitários de saúde e de técnicos em enfermagem e enfermeiros, estaremos reunidos nesta sexta feira 16/08/2019 discutindo o estado de greve dos servidores e decisões que iremos tomar sobre o reajuste salarial. Prefeito Carlos Brasileiro quer resolver problemas de seus apadrinhados políticos e familiares, jogando todo ônus do ajuste de contenção de despesas nas costas dos servidores isso é uma ofensiva contra os direitos adquiridos e criminalização as lutas sociais e sindicais.

Quando o prefeito não respeita os servidores também não merece respeito

Raimundo Nonato Rodrigues de Oliveira
Coordenador Geral do Sismusb

Continue Lendo

Jaguarari

Agentes Comunitários de Saúde irão ajudar na verificação do cumprimento das condicionantes para a manutenção do Bolsa Família

Publicado

em

Na ultima quarta-feira (14) a equipe do programa bolsa família realizou uma reunião com os agentes comunitários de saúde (ACS) com o intuito de traçar algumas metas para o cumprimento da segunda vigência de condicionalidades do programa do ano de 2019.
O acompanhamento alimentar nutricional das crianças inseridas no Programa Bolsa Família é condicionante para que as famílias recebam e/ou mantenham o benefício. Nesta reunião a gestora do PBF pôde esclarecer algumas dúvidas quanto ao programa e firmar uma parceria com os agentes de saúde no trabalho de acompanhamento das famílias, melhorando a prestação dos serviços à comunidade.

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari

Continue Lendo

Filadélfia

Assistência social oferta cursos profissionalizantes gratuitos para cidadãos Filadelfenses

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Assistência Social está ofertando no Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, cursos profissionalizantes gratuitos, através do serviço de Proteção e Atendimento Integral a Famílias –PAIF.

Estão sendo realizadas oficinas de Design de Sobrancelhas, Manicure e Pedicure, dentre outros. Os cursos foram definidos através de um levantamento da Assistência Social, conforme interesse dos munícipes de Filadélfia, baseando-se em uma análise de demanda de mercado.  

O objetivo deste trabalho é qualificar pessoas para oportunizar a inserção ao mercado de trabalho, gerando emprego e/ou renda.

De acordo com uma das beneficiárias do curso, Luciene, é uma oportunidade de crescer e abrir portas profissionalmente. 

“Estou muito feliz, está sendo muito bom, agradeço a Prefeitura de Filadélfia e a Secretaria Municipal de Assistência Social por estar nos oferecendo esse curso profissionalizante pra a gente se desenvolver profissionalmente, ter uma renda podendo trabalhar até em casa mesmo” comentou Luciene. 

São evoluções de políticas públicas que têm o objetivo de garantir mais autoestima e autonomia aos cidadãos Filadelfenses. Quem tiver interesse e quiser obter maiores informações sobre os cursos, pode ir até o Cras, localizado na Praça Lúis Eduardo.

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br