novembro 21, 2018 4:43 am
Home / Noticia do Interior / Jaguarari / Presidente da câmara de vereadores de Jaguarari pode ser afastado nesta quinta-feira, 20

Presidente da câmara de vereadores de Jaguarari pode ser afastado nesta quinta-feira, 20

O Comitê de Combate a Corrupção Eleitoral através do seu presidente, Admilson Ferreira da Silva protocolou nesta segunda-feira, 17, na Câmara de Vereadores de Jaguarari o pedido de cassação do mandato do vereador e presidente da câmara Marcio Gomes de Araujo. Esse novo pedido de afastamento do edil ocorre no mesmo momento em que o Ministério Publico tem o conhecimento de uma suposta nova funcionária fantasma mais uma vez o suposto fantasma reside no município de Riachão do Jacuípe. O novo pedido de afastamento desta vez feito pelo Comitê Contra Corrupção tem como base a nova funcionaria fantasmas que esta sendo investigada pelo MP, alem do edil responder a diversos processos e procedimentos na justiça, alem de existirem investigações do próprio Ministério Publico em curso, o que inviabilizaria a sua permanência a frente do legislativo jaguarariense.

Segundo Admilson Ferreira da Silva, na primeira tentativa de protocolar o requerimento na câmara de vereadores houve a recusa por parte de um servidor em receber o documento. “Quando fui até a câmara de vereadores pela primeira vez um servidor se recusou a receber o requerimento. De pronto me dirigi ao Ministério Publico onde protocolei a denuncia contra o presidente da câmara já que não consegui protocolar na câmara. Informei que houve recusa por parte da câmara em receber o requerimento que pedia a cassação do vereador e presidente da câmara Marcio Gomes de Araujo. Cerca de 30 minutos após protocolar o requerimento no MP o mesmo servidor que se recusou a receber o documento na câmara me procurou e pediu que eu fosse até a câmara para protocolar o requerimento. Ou seja, se eu não tivesse ido até o MP informar a recusa em receber o requerimento não teria conseguido protocolar o pedido de cassação na câmara”, falou o presidente do Comitê de Combate a Corrupção Eleitoral.

Após o protocolo a câmara de vereadores divulgara nesta terça-feira, 21, a pauta da sessão ordinária da próxima quinta-feira, 20, onde obrigatoriamente deverá constar a deliberação sobre a votação do afastamento ou não do Sr. Marcio Gomes de Araujo do mandato de vereador e presidência da câmara de vereadores de Jaguarari. Se os vereadores acatarem o pedido de cassação, o presidente será imediatamente afastado das suas funções a frente do legislativo.

Vale ressaltar que no primeiro pedido de cassação do presidente da câmara, Marcio Gomes de Araujo, referente ao primeiro processo de contratação de funcionários fantasmas, os vereadores arquivaram a denuncia. Diante da mesma denuncia o Ministério Publico ingressou com ação penal contra o presidente pelo crime de peculato, alem de ingressar com ação de improbidade administrativa com pedido de imediato afastamento na comarca local e posteriormente no Tribunal de Justiça – BA.

Desta vez, segundo o MP, o presidente da câmara teria reincidido na mesma conduta delitiva ao contratar novo funcionário fantasma. Será se desta vez os vereadores irão mais uma vez fazer vistas grossas e arquivar a denuncia? Esse é mais um capitulo da realidade política de Jaguarari cercada por inúmeras denuncias de corrupção.

 

 

Você pode Gostar de:

Prefeito Everton Rocha se reúne com deputado Adolfo Viana e busca ações que beneficiem o município de Jaguarari

Seguindo sua agenda de compromissos na capital do estado, o prefeito de Jaguarari Everton Rocha, …