Conecte-se conosco

Noticias

Segurança em Smart TVs: entenda os riscos e proteja-se de brechas

Publicado

em

A smart TV é um dos principais aparelhos da recente Internet of Things (Internet das Coisas, em português) que tem entrado na casa dos usuários. Apesar de oferecer novidades, como aplicativos de streaming, redes sociais, jogos online e navegação na Internet, é preciso também cuidar da sua segurança, assim como em outros dispositivos conectados à rede e usados no dia a dia.

De acordo com especialistas da empresa de segurança ESET, a smart TV deve ser tratada como um computador, uma vez que hackers não precisam acessar o equipamento fisicamente para atacar. Além de instalar apps maliciosos e de espionagem, as invasões podem acessar arquivos e até mesmo chegar a outros dispositivos da rede, como notebooks.

Testes feitos pela organização Consumer Reports, dos Estados Unidos, com smart TVs de cinco marcas e sistemas operacionais diferentes revelaram que modelos atuais estão suscetíveis aos ataques. Há brechas para invasões desde as mais inofensivas – como para mudar canais e aumentar o volume do televisor – até as mais perigosas, que instalam aplicativos mal-intencionados e desconectam o aparelho do Wi-Fi remotamente.

Enquanto não há um antivírus disponível no mercado para blindar smart TVs, confira abaixo seis dicas que podem ajudar a proteger seus dados. Entre as opções estão tarefas simples e rotineiras, como o cuidado ao se conectar em um Wi-Fi desconhecido e a verificação de dispositivos externos que serão conectados na TV.

1. Ative a atualização automática da Smart TV

A maioria dos televisores inteligentes oferece, nas configurações, a opção de atualização automática do firmware. O recurso permite que o equipamento receba, por exemplo, otimizações de segurança assim que enviadas pela fabricante para reforçar a proteção ao equipamento e ao sistema operacional.

2. Evite conectar a Smart TV em redes Wi-Fi desconhecidas

Assim como no uso de smartphones e notebooks, é importante ter atenção ao Wi-Fi em que se está conectando a smart TV. Em uma área com muitos apartamentos ou escritórios, por exemplo, redes abertas podem ser identificadas pelo televisor. O ideal é usar o Wi-Fi próprio, com senha, para evitar invasões.

3. Garanta que o roteador tenha um protocolo de segurança

O roteador Wi-Fi da casa ou escritório em que está a smart TV também deve ser configurado de forma segura. Para isso, é indicado o uso de um aparelho com protocolo WPA2, disponível em modelos atuais. O recurso oferece proteção reforçada, menos suscetível que a encriptação WEP de equipamentos antigos.

4. Verifique a segurança de pen drives e HDs externos

Assim como em outros aparelhos, antes de conectar um pen drive ou um HD externo na smart TV para abrir arquivos, filmes ou músicas é importante checar se os dispositivos estão livres de vírus ou qualquer documento malicioso. É possível realizar o processo com softwares anti-malwares no computador, que deve sempre ter um antivírus instalado para garantir a proteção em todos os momentos.

5. Evite fazer compras pelo aparelho

Mesmo que a smart TV permita navegar pela Internet, entrar em sites de compras e realizar as transações, os usuários devem evitar pagar contas pelo televisor, já que ainda não é um aparelho totalmente seguro – não tem o sistema de verificação SSL, que checa se uma página web é confiável. Em caso de solicitação de dados pessoais ou bancários, prefira utilizar um notebook ou PC com antivírus instalado.

6. Evite clicar em links suspeitos

Outra regra que funciona também para smartphones e computadores é não acessar links suspeitos que apareçam em e-mails, aplicativos ou sites. Antes de clicar em qualquer endereço tenha certeza de que a plataforma que o disponibilizou ou quem o enviou são confiáveis. Caso contrário, prefira acessar por um aparelho mais seguro.

techtudo

Continue Lendo
Clique para comentar

Justiça

MPF deve denunciar Wagner por superfaturamento e fraude na licitação da Arena Fonte Nova, diz coluna

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) deve oferecer denúncia contra o Senador Jaques Wagner (PT) por superfaturamento e fraude na licitação da Arena Fonte Nova. De acordo com informações apuradas pela coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, a sinalização foi dada para a equipe da Polícia Federal (PF), responsável pela Operação Cartão Vermelho.

Deflagrada em fevereiro deste ano, a operação investiga irregularidades na contratação dos serviços de demolição, reconstrução e gestão da Fonte Nova. Na ocasião, a residência do ex-governador do Estado e um escritório localizado no Shopping Max Center, no bairro do Itaigara, foram alvo de mandados de busca e apreensão.

Também segundo a publicação, o relatório final com as conclusões do inquérito foi enviado à Procuradoria Regional da República da 1ª Região, em Brasília, em novembro do ano passado. O documento aponta que também foram indiciados o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster; o empresário Carlos Daltro, considerado operador de Wagner no esquema; e o deputado estadual Bobô (PCdoB). 

Na época, o parlamentar era superintendente da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb). Sua inclusão entre os alvos das investigações era até então desconhecida. Ainda segundo a Tempo Presente, as conclusões da PF de que houve fraude na licitação foram reforçadas por três laudos feitos durante as apurações. O último destes documentos teria sido conclusivo em apontar o crime.

Parte da delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, também foi encaminhada pela superintendência da PF na Bahia ao procurador responsável pelo inquérito da Operação Cartão Vermelho. Em seus depoimentos à PF, Daltro e Dauster teriam ficado calados. Wagner, por sua vez, foi ouvido em duas ocasiões. Na primeira vez argumentou que não havia como haver superfaturamento em uma Parceria Público-Privado (PPP). Contudo, na segunda vez, decidiu não responder aos questionamentos feitos.

bnews

Continue Lendo

Noticias

Operação da Polícia Civil cumpre mandados de prisão em Petrolina

Publicado

em

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) deflagrou na manhã desta terça-feira (18), a operação “Okia” em Petrolina. Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e 18 mandados de busca e apreensão domiciliar. O objetivo é desarticular uma organização criminosa voltada a prática dos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e venda ilegal de arma de fogo.

Cerca de 130 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães trabalham nesta operação. Sob a responsabilidade dos delegados Daniel Moreira, Gregório Ribeiro e Dark Blacker, a investigação começou em julho de 2018 e foi realizada pela 214ª Circunscrição Policial e pela 12ª Delegacia de Polícia de Repressão ao Narcotráfico (DPRN/Denarc), vinculadas à 26ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Petrolina (26ª DESEC).

Os detalhes preliminares da operação serão divulgados logo mais às 10h, no prédio da Diretoria Integrada do Interior (Dinter-2), localizado no 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

.

Carlos Britto

Continue Lendo

Jaguarari

Forró na Feira deixou saudades no coração dos Jaguararienses

Publicado

em

No último sábado (15), a Prefeitura de Jaguarari através da Secretaria de Educação, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, encerrou o projeto Forró na Feira. O projeto foi uma das novidades propostas para este São João e trouxe para os jaguararienses e visitantes o autêntico forró pé de serra. Além de boa musica, comidas e bebidas típicas aconteceram apresentações de dança com quadrilha junina.

A cultura de Jaguarari é isso ai, a cidade enfeitada, o povo alegre, dançando e vivendo o nosso São João. A iniciativa do prefeito Everton Rocha de trazer para o município o Projeto Forró na Feira foi muito bom. Todos que passaram por aqui aprovaram”, finalizou a secretária de educação, Edinea Ferreira.

O evento ficou marcado como uma das grandes novidades de 2019, proporcionando interação dos artistas da terra com o público, durante as apresentações a cada sábado.

Durante as apresentações populares parabenizaram o governo pela iniciativa, “O forró na feira foi um grande atrativo para o são João. Muita gente veio pra curtir esse forrozinho e tomaram cerveja, comeram alguma coisa e dessa forma movimentou a economia local. Agora é esperar a abertura do São João e se divertir com os amigos”, falou Renata Ribeiro, visitante, que reside em Senhor do Bonfim.

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br