Conecte-se conosco

Noticias

Neto e Temer discutem eleições na Bahia em encontro no Planalto

Publicado

em

A disputa eleitoral na Bahia foi o tema principal da reunião entre o prefeito ACM Neto (DEM) e o presidente Michel Temer (PMDB), ontem à noite, no Palácio do Planalto. Embora a liberação de recursos para o Hospital Municipal e o projeto do BRT de Salvador tenha entrado na pauta, Temer usou a maior parte do encontro para discutir a eventual candidatura de Neto a governador e os entraves que o impediriam de concorrer ao cargo. Divulgada na agenda presidencial, a conversa ocorre em meio à pressão exercida sobre o democrata por caciques da base aliada ao governo federal e líderes da oposição no estado, interessados em um palanque forte na Bahia, tido hoje como o mais importante reduto do PT. Lista que inclui, além do próprio Temer, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).  

Novos ares 
Articuladores políticos de ACM Neto mantêm sigilo sobre detalhes do encontro, mas garantem que ele desembarcou em Brasília bem mais animado com a candidatura.

Duplo trampolim
Em conversas reservadas, parlamentares e políticos que integram o comando da tropa oposicionista avaliam que dois fatores colocaram ACM Neto a um passo da batalha pelo Palácio de Ondina. O indiciamento do ex-ministro petista Jaques Wagner pela Polícia Federal e o avanço da Operação Cartão Vermelho sobre a campanha do governador Rui Costa (PT) em 2014 é o primeiro.  Fora os desgastes já provocados pelo cerco, as incertezas sobre o futuro das investigações aumentaram as chances de acordo do DEM  com PP e PR, partidos que atualmente transitam entre os dois lados do duelo. O outro tem origem em sinais de reviravolta na cúpula do  PMDB baiano.

Das duas, uma
Levantamento feito pela Satélite junto ao cadastro da Receita aponta uma segunda empresa abrigada no mesmo endereço da Parceria Inteligente, alvo de mandado de busca e apreensão cumprido anteontem pela Polícia Federal durante a Cartão Vermelho. Além de dividirem a sala 338 do Edifício Max Center, no Itaigara, a Parceria Inteligente e a Finamori Consultoria têm donos em comum. Uma das empresas está, de fato, no radar da PF.

Maré vermelha
Na onda de azar judicial enfrentada pelos petistas baianos, o prefeito de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro, será interrogado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) no próximo dia 19. Réu em uma ação penal na qual é acusado de fraude a licitação, Brasileiro foi intimado a depor pessoalmente pelo desembargador Ney Bello, relator do processo no TRF1. A denúncia criminal contra ele tramita desde 2012.

Coro afinado
Líder do novo bloco partidário formado por 11 partidos e 201 parlamentares da Câmara, o deputado federal José Rocha (PR) está cada vez mais próximo do presidente Michel Temer. Ontem, ele foi o único baiano entre os 23 deputados presentes na cerimônia de posse de Raul Jungmann como ministro da Segurança Pública.

“Salvador zerou a sua dívida consolidada líquida em 2017”,Paulo Souto, Secretário da Fazenda, ao apresentar na Câmara de Vereadores ontem o balanço da gestão fiscal do município ano passado

Pílula
Barraco II – 
Como antecipado pela coluna no domingo, o clima esquentou anteontem na Associação Atlética da Bahia, palco de duelo entre sócios remidos e a direção do clube, com direito a ofensas e ameaças. A votação foi suspensa, mas os remidos decidiram judicializar o que chamam de “escorcha” através de aumentos abusivos de taxas e tentativas de alijá-los do poder.

http://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neto-e-temer-discutem-eleicoes-na-bahia-em-encontro-no-planalto/

Continue Lendo
Clique para comentar

Eleições 2020

Justiça Eleitoral indefere candidaturas em Caldeirão Grande, Saúde e Pindobaçu

Publicado

em

A Justiça Eleitoral indeferiu sete pedidos de registro de candidaturas nas cidades de Caldeirão Grande, Saúde e Pindobaçu.  As impugnações foram apresentadas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Segundo o promotor de Justiça Pablo Almeida, todas as candidaturas apresentavam irregularidades.

O candidato a prefeito do Município de Caldeirão Grande, o ex-prefeito João Gama Neto teve o registro impugnado pelo juiz Rodolfo Barros por encontrar-se inelegível. Ele teve as contas rejeitadas nos últimos oito anos pela Câmara de Vereadores, que acompanhou as recomendações contidas em pareceres técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM) referentes aos anos de 2015 e 2016.

No município de Saúde, por solicitação do MPE, foi indeferida a candidatura da ex-prefeita Marilene Pereira Rocha ao cargo de vice-prefeita. Segundo o promotor de Justiça, ela também se encontra inelegível por ter tido contas rejeitadas nos últimos oito anos pelo Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE), por conta de irregularidades na prestação de contas referente ao Convênio nº 023/2004, firmado entre a Secretaria do Trabalho e Ação Social (Setras) e o Município de Saúde. “A Corte de Contas reconheceu que a impugnada recebeu os valores do convênio e não comprovou sua utilização em estrita obediência das normas pertinentes, caracterizando irregularidade insanável”, registrou Pablo Almeida.

Já o candidato ao cargo de vereador em Saúde, Paulo Pereira da Silva teve seu registro indeferido por não possuir filiação partidária pelo período mínimo estabelecido na legislação.  Em Pindobaçu, foram impugnadas as candidaturas dos concorrentes ao cargo de vereador Miralva Sena, por a ausência de quitação eleitoral por omissão na prestação de contas da campanha relativa às eleições 2008; Lindalva Cruz, ausência de comprovação de filiação partidária até o dia 04 de abril de 2020 no partido requerente, já que nos registros eleitorais ela encontra-se devidamente filiada a outro partido; Agnelton Marcelo Silva, por não ter sido o candidato escolhido em convenção partidária; e Nilson José Liberal, ausência de quitação eleitoral da candidata por omissão na prestação de contas da campanha relativa às eleições de 2016.

Bahia Notícias

Continue Lendo

Eleições 2020

Eleições Municipais: Todos os eleitores poderão votar das 7h às 10h

Publicado

em

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) esclareceu que, nas eleições municipais de 2020, todos os eleitores poderão votar no horário das 7h às 10h. A votação acontecerá no dia 15 de novembro.

Segundo o tribunal, a Justiça Eleitoral indicou que as pessoas nessa faixa etária comparecessem à votação neste horário preferencialmente, mas não há exclusividade.

Este ano, a votação começará uma hora mais cedo. De acordo com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o objetivo é evitar aglomerações em decorrência da pandemia da covid-19.

Espaço Aberto

Continue Lendo

Noticias

Candidato a vereador é preso com R$ 15 mil na cueca no interior de Sergipe

Publicado

em

Um candidato a vereador de Carira, no semiárido de Sergipe, foi preso ontem com R$ 15.300 em uma sacola escondida na cueca. Edilvan Messias dos Santos, o Vanzinho de Altos Verdes (PSD), foi detido em flagrante por policiais militares que investigavam uma denúncia de compra de votos no povoado de Altos Verdes, zona rural do município.

O PSD anunciou que investigará o caso. O UOL procurou a defesa do candidato, mas não obteve resposta.

Segundo a PM, o flagrante foi realizado depois que a equipe da 2ª Companhia Militar foi informada, por uma denúncia pelo número 190, que pessoas circulavam em dois veículos no povoado sob a suspeita de comprar votos.

Os policiais foram ao local e, após buscas na região, localizaram os suspeitos por volta das 14h30. Durante a abordagem, os policiais encontraram material de campanha dentro de um dos carros, que estava ocupado por um casal.

Ainda de acordo com a PM, ao ser questionado sobre a procedência do dinheiro, Vanzinho de Altos Verdes informou que havia recebido um pagamento na cidade de Itabaiana (SE) e pretendia usar o valor para comprar um veículo.

O suspeito foi apresentado na Delegacia de Carira, onde foi aberto um inquérito para investigar o caso. O PSD disse que vai apurar o caso e avaliar o que fará com o candidato. A reportagem do UOL tenta contato com a defesa do candidato.

A Secretaria de Segurança Pública do Sergipe informou ainda foi instaurado inquérito para apurar o caso, e que o candidato vai responder em liberdade. A Justiça Eleitoral já foi comunicada do caso.

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br