Conecte-se conosco

Noticias

O colapso iminente dos leitos de UTI no Vale do São Francisco e a tragédia que tem culpados

Publicado

em

O percentual de ocupação de leitos públicos de UTI Covid no Vale do São Francisco flutuou entre 90% e 95% nos últimos dias e os novos casos do novo coronavírus continuam a crescer. Unidades importantes como o Hospital Universitário (HU) e os hospitais particulares com leitos contratados para o SUS chegaram a 100% de ocupação nesse período. Estamos, neste momento, à beira do temido caos, quando o sistema de saúde entra em colapso e pessoas que dependem do SUS podem morrer à mingua nos corredores dos hospitais lotados.

O aumento no número de casos da chamada segunda onda tem papel importante no cenário atual. Os números de casos vêm crescendo de forma assustadora na região, sem sinais de desaquecimento. Entretanto, nossa equipe apurou que mais de 50 leitos de UTI Covid foram fechados desde o fim da primeira onda de contágio. Esses leitos fechados e que não foram reabertos, mesmo após vários dias com a capacidade de internação beirando os 100%, colocam em risco as cerca de 3 milhões de pessoas que vivem na nossa região.

O Governo do Estado da Bahia é responsável pelo fechamento de 10 leitos de UTI Covid que eram disponibilizados no Hospital Pró-Matre de Juazeiro até setembro, e o Hospital Regional de Juazeiro (HRJ) ainda bloqueou metade dos seus 20 leitos. Afora isso, a administração retirada à força do HRJ, após operação da Polícia Federal (PF), vinha deixando uma assistência precária à saúde da população, com falta de medicações e insumos, além de atrasos salariais aos profissionais de saúde atuantes nas linhas de frente contra a Covid-19.

Por outro lado, o Governo de Pernambuco havia investido em 10 leitos de UTI Covid na UPAE de Petrolina e também no hospital de campanha, que chegou a 20 leitos de UTI Covid disponíveis.

Todos esses trinta leitos foram desativados e o hospital de campanha já foi desmontado. Segundo apurado pela nossa equipe de reportagem, não há previsão de reabertura dos leitos fechados em nenhum dos dois governos estaduais da rede, seja Pernambuco ou Bahia.

O Governo Federal também chegou a disponibilizar 20 leitos de UTI Covid via EBSERH no HU, que chegou a fazer contratações emergenciais de funcionários para atuar contra o Covid e a universidade conseguiu a doação de 20 respiradores para atuar contra a pandemia.

Decisões vindas da EBSERH em Brasília determinaram a devolução dos 20 respiradores para o Estado de Pernambuco, sequer tendo entrado em operação. Dos 20 leitos de UTI Covid que chegaram a ser abertos, apenas 10 estão em funcionamento. Segundo apurado pela nossa equipe, houve pretensão de reabertura dos 10 leitos desativados, mas isso foi novamente impedido por determinação da EBSERH de Brasília.

Nos níveis municipais, só a Prefeitura de Petrolina contratou leitos de UTI Covid em hospitais privados da cidade. Juazeiro, cidade de grande porte da região, não se mobilizou no sentido de oferecer leitos de UTI Covid. Essa triste realidade também foi sentida nas demais cidades da região.

O que a segunda onda tem ensinado é que a pandemia não acabou e que cuidados precisam ser mantidos para prevenção de contágio. Também ensinou que os poderes federal, estadual e municipal precisam se unir no enfrentamento. Afinal, a responsabilidade é de todos.

Infelizmente, até o momento, a segunda onda parece estar sendo em grande parte negligenciada pelos nossos governantes, que não determinaram a reabertura de leitos aos patamares vistos na primeira onda que assolou a região. Se há disputas dos governantes de quem assume os custos, uma coisa é certa: quem está pagando essa conta de irresponsabilidade é a população do Vale do São Francisco, e poderemos contar mais mortos, muito mais em poucos dias.

Esperamos (ao menos) notas dos citados na matéria. O espaço para a resposta esta garantido. Aguardamos.

Carlos Britto

Noticias

Sr do Bonfim: Descumprimento de decreto leva dois para a delegacia

Publicado

em

MINUTA – SÍNTESE DE TRANSMISSÃO DE OCORRÊNCIA POLICIAL

6 BPM

OCORRÊNCIA: Descumprimento de Decreto Estadual

DATA: 14/03/2021

HORA: 00h

LOCAL: Rua do Bolo – Distrito de Igara

CIDADE: Senhor do Bonfim – BA

RESUMO: Por volta das 23h, quando em acompanhamento ao pessoal da Vigilância Sanitária Municipal e Guarda Civil Municipal de Senhor do Bonfim, foi recebida denúncia de descumprimento do Decreto Estadual por parte do Estabelecimento . Após constatada veracidade da denúncia, o estabelecimento foi devidamente notificado e lacrado pela Equipe da Vigilância. Contudo, por volta da 00h, nova solicitação foi feita através do 190. Ao retornar ao estabelecimento, foi verificado que o mesmo se encontrava novamente aberto, tendo sido rompidos os lacres postos pelos Fiscais da Vigilância. De imediato, foi dada voz de prisão ao proprietário do Bar por descumprimento do decreto Estadual e Desobediência. O mesmo foi conduzido à DP local, onde foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrencia.

FONTE: ASCOM/6° BPM

MINUTA – SÍNTESE DE TRANSMISSÃO DE OCORRÊNCIA POLICIAL

6 BPM

OCORRÊNCIA: Descumprimento de Decreto Estadual

DATA: 14/03/2021

HORA: 23h30

LOCAL: Rua Arcelino Júnior – Bairro Alto da Maravilha

CIDADE: Senhor do Bonfim – BA

RESUMO: A guarnição foi acionada através do CICOM, em razão das diversas ligações relatando som alto em uma residência no Bairro Alto da Maravilha. Ao chegar ao local, a guarnição constatou a veracidade do fato, onde também se percebeu a presença de um número elevado de pessoas no interior da residência. Foi feita então a condução do proprietário da residência e do som para a DP local, onde o mesmo foi autuado por perturbação do sossego. Lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência

FONTE: ASCOM/6° BPM

Fotos Blog do Walterley

Continue Lendo

Campo Formoso

Mais um homicídio registrado em campo formoso, jovem executado com tiros nas costas e pescoço

Publicado

em

Mais um jovem teve sua vida ceifada para a criminalidade no município de Campo Formoso, eram 20h30min desse sábado dia 13 de março de 2021, quando JORGE DOS SANTOS ROCHA, 28 anos, foi alvejado com vários disparos de arma de fogo, nas costas e pescoço, fato corrido na Rua Irmã Dulce, bairro São Francisco, onde ele morava.

Informações que quando a PM chegou ao local do crime a vítima ainda estava viva e logo foi acionado SAMU, porém a vítima não resistiu e faleceu no local, ainda não se tem pistas da motivação nem autoria do crime.

Blog do Netto Maravilha

Continue Lendo

Noticias

Queimadas: ‘Estamos vivendo um filme de terror’, diz vice-prefeito sobre falta de oxigênio

Publicado

em

Após o apelo feito pelo prefeito de Queimadas, Dr. André Andrade (PT), o Bahia Notícias fez contato com o vice-prefeito Cloudes Rios (PP), que deu detalhes sobre o caos enfrentado no município sisaleiro, com a escassez de oxigênio para o atendimento de pacientes com Covid-19 (veja aqui). “Hoje foi um sufoco. Estou vivendo um drama na minha vida que eu nunca vi. Eu carreguei cilindro nas costas hoje”, contou.

“Nós estamos vivendo um filme de terror na nossa cidade. Sem oxigênio, sem estrutura, a mercê, pedindo a Deus para que as coisas aconteçam. Hoje eu tive que ir em Santaluz e em Pé de Serra. O prefeito mandou o carro para Feira de Santana, para buscar cilindros de oxigênio. Nós estamos usando hoje, em média, um cilindro a cada 1 hora e 20 minutos. Estamos gastando uma média de 15 a 20 cilindros por dia”, disse Cloudes Rios.

“A nossa situação aqui em Queimadas não é fácil, não está boa. Não estamos conseguindo regulação para a capital nem para os hospitais referência com UTI. Nós estamos com pacientes graves aqui no hospital [Municipal Dr. Edson Silva]. Estamos com mais de 20 pessoas internadas, nove precisando de transferência. Eu estava hoje empenhado na questão do cilindro, mas eu creio que o oxigênio só dê até às 10 horas de amanhã”, relatou o vice-prefeito.

O BN também fez contato com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, que informou não ter conhecimento da situação.BAHIA NOTÍCIAS

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br