Conecte-se conosco

Noticias do Mundo

Há mensagens secretas em A Última Ceia, de Da Vinci?

Publicado

em

PRESENÇA FEMININA

Para começar, uma das teorias mais famosas: Ao lado de Jesus, estaria não João, mas sim Maria Madalena, que seria sua esposa e mãe de seu filho (cuja linhagem existiria até hoje). Os traços femininos da figura denunciariam isso. Essa teoria foi apresentada inicialmente nos anos 1960 pelo francês Pierre Plantard e expandida no livro O Santo Graal e a Linhagem Sagrada, de 1982. Recentemente, ganhou fama ao ser utilizada na obra de ficção O Código Da Vinci, de Dan Brown.

CADÊ O CÁLICE

Outro ponto que chama a atenção é a ausência de cálice na mesa. Apenas copos são representados. Na teoria de Dan Brown, o cálice estaria representado no vão entre Jesus e Maria Madalena. Esse vão traria a forma de um cálice ou um útero, o ventre sagrado que carregaria a descendência de Cristo na Terra

OS PROTETORES

Ainda segundo Plantard e O Santo Graal…, existiria uma organização secreta desde a Idade Média conhecida como Priorado de Sião, cuja principal função seria a de proteger a linhagem de Cristo, iniciada a partir de sua união com Maria Madalena. A organização contaria com algumas das mentes mais brilhantes da história em suas linhas. Entre elas estariam Isaac Newton e o próprio Leonardo da Vinci

OBJETO SUSPEITO

A faca na mão de Pedro é um dos pontos mais controversos: afinal, ela parece totalmente fora de quadro quando se olha a composição da obra. Javier Sierra, autor do livro A Ceia Secreta, afirma que essa seria uma crítica direta ao papa Alexandre 6o, inimigo político do duque de Milão. Nessa visão, Pedro, que foi o primeiro papa, seguraria a faca, representando a traição do papa Alexandre 6o contra os valores católicos

O ACUSADOR

A postura de Pedro ainda tem outro ponto polêmico. Sua mão aparece apontando para Jesus com o dedo em riste de maneira ameaçadora, o que indicaria a vontade de cortar o pescoço do apóstolo João ou o de Maria Madalena. A presença da mulher no grupo incomodaria os outros seguidores do Mestre, por isso a ameaça. Essa mão ainda poderia ser um ataque a João, que era um apóstolo bem próximo a Jesus

AUTO-HOMENAGEM?

O rosto do apóstolo Judas Tadeu se parece muito com esboços que Da Vinci fez de seu próprio rosto em sua vida. Assim, o pintor poderia estar se autorrepresentando na obra. Essa teoria ainda pode se ligar com a da astrologia, uma vez que Leonardo era do signo de Touro. Tadeu representaria justamente esse signo, vindo logo após Áries

DOZE CASAS

Uma teoria diz que Da Vinci teria representado os 12 signos nos apóstolos. Na ponta esquerda estaria Bartolomeu representando Peixes, o último signo, enquanto na ponta direita estaria Simão, representando Áries, o primeiro. Vale lembrar que era tradição do pintor escrever de maneira invertida, da direita para a esquerda, assim como os signos foram representados na obra

Por outro lado…

Não há evidências que comprovem mensagens

– A Última Ceia é uma das obras mais mal conservadas de Da Vinci. Construída no refeitório de um convento, ela sofreu infiltrações e seu prédio foi bombardeado na 2ª Guerra Mundial. Uma alteração de autoria anônima foi feita sobre a pintura – uma porta que esconde os pés de Cristo. Com tantas restaurações, algumas malsucedidas, fica difícil saber exatamente o que foi criado por Da Vinci

– Não há nenhum embasamento histórico para as teorias incitadas por Plantard e continuadas no livro O Santo Graal e a Linhagem Sagrada. A obra é considerada pseudohistórica e sem nenhuma grande prova que a suporte. Além disso, não há qualquer indício na biografia de Da Vinci de que ele teria participado desse movimento

– Não existe nenhuma prova concreta de que Jesus teve filhos ou de que haveria uma sociedade secreta para proteger essa linhagem, grande teoria proposta por Dan Brown. O Código Da Vinci é, aliás, um livro de ficção

– Até onde se sabe, o Priorado de Sião foi fundado apenas na década de 1950 e contava com um objetivo muito diferente, de restituir os valores católicos na sociedade francesa

– Era comum no Renascimento que homens fossem pintados com traços delicados

– Da Vinci estudou astronomia. Mas nada indica que conhecesse os 12 signos

CONSULTORIA Jorge Paulino, professor de história da arte da Faculdade Cásper Líbero / FONTES Livros Leonardo Astrólogo, de Pedro Tornaghi, e A Ceia Secreta, de Javier Sierra; sites Associates for Biblical Research, Catholic Education Resource Center e O Globo

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias do Mundo

Coronavírus custou entre 15 e 22 bilhões de dólares a Shell

Publicado

em

© BEN STANSALL

A gigante do petróleo Royal Dutch Shell anunciou nesta terça-feira que seus ativos registraram uma depreciação de entre 15 e 22 bilhões de dólares no segundo trimestre, consequência do impacto da pandemia de coronavírus na demanda e nos preços dos combustíveis.

“No segundo trimestre, a Shell revisou suas perspectivas de valores a médio e longo prazo e suas perspectivas de margens para refletir o impacto da pandemia de COVID-19”, explica a empresa em um comunicado. 

O grupo acrescenta que reavaliou seus ativos tangíveis e intangíveis e registrará “gastos de depreciação de 15 a 22 bilhões de dólares após impostos no segundo trimestre”.

A empresa aposta em um barril de petróleo a 35 dólares este ano, um preço que não permite geralmente aos grandes grupos de petróleo gerar lucros. A Shell prevê um barril a 40 dólares no próximo ano e 50 dólares em 2022.

As cotações do petróleo começaram 2020 ao redor dos 60 dólares, antes de uma queda expressiva em março e abril.

No primeiro trimestre, a Royal Dutch Shell entrou no vermelho devido à queda dos preços do petróleo, o que levou a empresa a reduzir seus dividendos pela primeira vez desde os anos 1940.

AFP

Continue Lendo

Noticias do Mundo

OMS atualizará orientações após “grande notícia” sobre remédio contra Covid-19

Publicado

em

© Reuters/YVES HERMAN

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que se prepara para atualizar suas orientações sobre o tratamento de pessoas com Covid-19 em reação aos resultados de um teste clínico que mostrou que um esteroide barato e comum pode ajudar a salvar pacientes gravemente doentes.

Resultados de testes anunciados na terça-feira mostraram que a dexametasona, usada desde os anos 1960 para diminuir inflamações de outras doenças, como artrite, reduziu em cerca de um terço as taxas de mortalidade entre pacientes de Covid-19 gravemente doentes e hospitalizados.

A orientação clínica da OMS para o tratamento de pacientes infectados com o novo coronavírus se dirige a médicos e outros profissionais de saúde e almeja usar os dados mais recentes para informar os clínicos gerais sobre a melhor maneira de combater todas as fases da doença, da verificação à alta hospitalar.

Embora os resultados do estudo sobre a dexametasona sejam preliminares, os pesquisadores por trás do projeto disseram que leva a crer que o remédio deveria se tornar um recurso padrão no cuidado de pacientes com casos graves imediatamente.

Em pacientes de Covid-19 com uso de ventiladores, ficou demonstrado que o tratamento reduz a mortalidade em cerca de um terço, e para pacientes que só precisam de oxigênio a mortalidade foi reduzida em cerca de um quinto, de acordo com dados preliminares compartilhados com a OMS.

O benefício só foi visto em pacientes de Covid-19 gravemente doentes e não foi observado em pacientes com uma doença mais amena.

A boa notícia chega no momento em que infecções de coronavírus se aceleraram em alguns locais, como os Estados Unidos, e em que Pequim cancelou dezenas de voos para ajudar a conter um novo surto na capital chinesa.

“Este é o primeiro tratamento em que se mostrou reduzir a mortalidade em pacientes com Covid-19 que precisam de oxigênio ou do auxílio de ventilador”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em um comunicado emitido na noite de terça-feira. A agência disse que aguarda a análise dos dados completos do estudo nos próximos dias.

“A OMS coordenará uma meta-análise para aprimorar nosso conhecimento geral desta intervenção. A orientação clínica da OMS será atualizada para refletir como e quando o remédio deve ser usado para Covid-19”, acrescentou a agência.

Mas a principal autoridade de saúde da Coreia do Sul alertou para o abuso do medicamento em pacientes de Covid-19.

“(Ele) já é usado há tempos em hospitais sul-coreanos para pacientes com diversas inflamações”, disse Jeong Eun-kyeong, chefe do Centro para Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KCDC). “Mas alguns especialistas alertam que o remédio não só reduz a reação inflamatória nos pacientes, mas também o sistema imunológico, e pode desencadear efeitos colaterais. O KCDC está debatendo seu uso em pacientes com Covid-19.”

Reuters

Continue Lendo

Noticias do Mundo

Situação “extremamente grave” de surto de Covid-19 em Pequim soa como advertência para Europa

Publicado

em

© AP – Mark Schiefelbein

As autoridades de Pequim diagnosticaram 27 novos casos de infecção por coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 106 o número de pessoas com a Covid-19 em cinco dias. A situação da epidemia em Pequim é “extremamente grave”, disse o porta-voz do prefeito nesta terça-feira (16), depois que centenas de pessoas foram infectadas desde a semana passada, na capital chinesa.

Pequim está “correndo contra o relógio” diante do novo coronavírus, disse o porta-voz do prefeito, Xu Hejian, à imprensa. A cidade de 21 milhões de habitantes intensificou os esforços contra a Covid-19 e atualmente tem capacidade para realizar mais de 90.000 testes de diagnóstico por dia.

Esse surto epidêmico despertou o medo de uma “segunda onda” da pandemia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou na segunda-feira (15) que estava acompanhando a situação em Pequim “de muito perto” e mencionou o possível envio de mais especialistas nos próximos dias.

O surto começou no gigantesco mercado atacadista de Xinfadi, um dos maiores da Ásia, onde o vírus foi detectado na semana passada. Desde então, outros quatro mercados da capital foram fechados total ou parcialmente e cerca de trinta áreas residenciais foram colocadas em quarentena. Os alunos do ensino fundamental e do primeiro ciclo do ensino médio podem retomar as aulas em casa.

O recrudescimento de casos da Covid-19 na China é acompanhado com atenção pelas autoridades europeias. O espaço Schengen de livre circulação, que inclui 22 países do bloco, acaba de reabrir suas fronteiras internas, para tentar salvar a temporada turística do verão. A França reabriu ontem seus bares e restaurantes, depois de constatar um recuo constante da epidemia desde meados de maio. “O pior ficou para trás”, declarou nesta segunda-feira (15) o ministro francês da Saúde, Olivier Verán.

A maior parte dos países europeus elaborou planos para confinar novamente as populações, caso surjam surtos localizados de coronavírus. Uma segunda onda da pandemia seria catastrófica para a economia europeia, que enfrenta a pior recessão de sua história.

RFI

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br