Conecte-se conosco

Noticias

Operação acha cheques e carros com ex-PM ligado ao caso Queiroz

Publicado

em

© Reprodução Operação acha cheques e carros com ex-PM ligado ao caso Queiroz

A operação desta terça (22) do Ministério Público do Rio de Janeiro contra suspeitos de chefiar uma milícia na zona oeste da cidade encontrou uma grande quantidade de cheques, notas promissórias, carros e documentação de imóveis em endereços ligados ao ex-capitão da PM Adriano Magalhães da Nóbrega.

Ele, que está foragido, e outros dois policiais são apontados pelas investigações como os líderes de um esquema na favela de Rio das Pedras que vendia ilegalmente imóveis grilados. Nóbrega é o elo entre o caso e a apuração sobre as atividades do gabinete do filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, Flávio, na Assembleia Legislativa fluminense.

Quando Nóbrega já era alvo da polícia, o gabinete empregou sua mulher e sua mãe. Flávio negou envolvimento com o caso e diz que a indicação foi do ex-assessor Fabrício Queiroz, que já está sob investigação por movimentações atípicas de dinheiro. Queiroz confirmou que quis ajudar a família do suposto miliciano. 

Flávio era deputado estadual e elegeu-se senador na esteira da onda de direita que levou seu pai ao Planalto, no pleito do ano passado. Ele só tomará posse em fevereiro.

A milícia em questão era acusada pela vereadora Marielle Franco, do PSOL carioca, de promover o comércio irregular de terras nas favelas. Marielle foi executada com seu motorista no ano passado, um crime que as apurações indicam ter sido cometido pelo chamado Escritório do Crime, uma unidade de extermínio a serviço das milícias e da qual Nóbrega seria um dos chefes, segundo as investigações.

Nas fotos da apreensão, às quais a reportagem teve acesso, há pelo menos três carros diferentes, incluindo uma SUV de luxo Hilux, e radiotransmissores com etiquetas identificadoras -um é de “Fábio”, outro de “Sape”. Entre a pilha de cheques, há diversos valores fracionados apontados, como R$ 14.197,90, datado de 2014 por um depósito de construção.

O caso tem causado apreensão no governo Bolsonaro. O presidente, que cancelou uma entrevista coletiva que iria conceder em Davos (Suíça), afirmou à Bloomberg que se o filho for culpado de algo, deverá pagar o que deve. Esse foi o primeiro movimento do mandatário para tentar isolar-se do escândalo crescente, que tem gerado incômodo entre aliados no Congresso e nas Forças Armadas.

Com informações da Folhapress.

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Pindobaçu: ex-prefeito não paga aluguel do prédio onde funciona a prefeitura

Publicado

em

No volume de dividas deixado pelo Ex-Prefeito Hélio Palmeiras, nem mesmo o prédio onde funciona a sede da prefeitura, se livrou de um suposto calote. 

De acordo com o atual Prefeito Dr. Davi Menezes, a dívida refere-se a três meses de aluguel, conforme informações repassada por o responsável pelo imóvel, que fica em cima do Banco do Brasil. 

O novo gestor enfatizou ainda, que todos os dias aparece dividas e que sua equipe vem fazendo uma auditoria para tomar conhecimento da real situação em que se encontra o município. Já se sabe por exemplo, que existem dividas com funcionários, Coelba, Bancos, fornecedores, alugueis etc. 

Ainda de acordo com Dr. Davi, sua equipe jurídica e contábil, encontrou as contas da prefeitura praticamente zeradas e que entrará com diversos processos contra o ex-gestor, que deverá responde por improbidade administrativa, ao desobedecer a lei de responsabilidade fiscal, que veta restos a pagar, sem que haja dinheiro em conta.

Por:  Ribeiro Sousa

Continue Lendo

Noticias

Nas últimas 24 hs Bonfim registrou mais 07 novos casos de coronavirus

Publicado

em

Continue Lendo

Filadélfia

Vacinadora foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid, em Filadélfia

Publicado

em

A Técnica de Enfermagem e Vacinadora, Gisélia Pinto, se tornou a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em Filadélfia, nesta quarta-feira (20). A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu no pátio do Samu que dá acesso a Ala Covid. 

Nesse primeiro lote, chegaram em Filadélfia 99 doses da vacina CoronaVac. Foram contemplados como público alvo, profissionais da linha de frente no enfrentamento a covid, que tomarão a segunda dose daqui a duas ou quatro semanas.  

Para o vice-prefeito e secretário de Saúde, Odejonnes Barbosa, hoje é um dia que ficará para história.

“Estamos muito emocionados, apesar de termos recebido poucas doses, podemos dizer que já é o começo do fim, gratidão a Deus, ao prefeito Louro Maia por não ter medido esforços no combate à covid, aos guerreiros profissionais de saúde que hoje estão sendo vacinados, mas não devemos relaxar vamos continuar usando máscara e evitando aglomerações”, frisou. 

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br