Conecte-se conosco

Noticias

Paciente fica com HIV indetectável após transplante de células-tronco

Publicado

em


© Getty Images O motivo primário do tratamento não foi o HIV, mas um câncer

A infecção por HIV de um paciente europeu se tornou “indetectável” após um transplante de células-tronco. O caso, relatado na revista científica ‘Nature’, é apenas o segundo já registrado no mundo.

O paciente já não tem sinal do vírus há 18 meses e, inclusive, deixou de tomar medicamentos contra a infecção. Porém, os pesquisadores dizem que ainda é muito cedo para dizer que a pessoa está “curada” do HIV.

O motivo primário do tratamento não foi o vírus, mas um câncer. Por isso, médicos explicam que esse tratamento não é adequado para tratar a maioria das pessoas com HIV. Por outro lado, pode ajudar a ciência a encontrar um caminho para a cura.

O paciente é um homem que vive em Londres – seu nome não foi divulgado. Foi diagnosticado com HIV em 2003 e com linfoma de Hodgkin – um tipo de câncer – em 2012. Como parte do tratamento contra o câncer, fez quimioterapia e recebeu um transplante de células tronco de um doador que era resistente ao HIV. Assim, tanto o câncer quanto o HIV acabaram retroagindo.

Segundo caso registrado no mundo

Essa é a segunda vez que o HIV se torna indetectável após um tratamento desse tipo.

Dez anos atrás, Timothy Brown, de Berlim, recebeu um transplante de medula óssea de um doador que também era imune ao HIV. É considerado a primeira pessoa a “derrotar” o HIV e a Aids.

O tratamento com o transplante, combinado com radioterapia, tinha como objetivo combater uma leucemia.

“Ao conseguir que o HIV se torne indetectável em um segundo paciente, através de uma abordagem similar, nós demonstramos que o caso do paciente de Berlim não foi uma anomalia. Foi a abordagem de tratamento que eliminou o HIV nessas duas pessoas”, afirmou Ravindra Gupta, processor da Universidade College London, na Inglaterra, que liderou o estudo.

Eduardo Olavarria, do Imperial College London, que também participou da pesquisa, disse que o sucesso do transplante de célula-tronco oferece esperança de que sejam desenvolvidas novas estratégias para combater o HIV.

Mas acrescentou: “O tratamento não é apropriado como um tratamento padrão contra o HIV, devido à toxicidade da quimioterapia, que, nesse caso, era necessária para tratar o linfoma”.

Esperança de cura?

Por Michelle Roberts, editora de Saúde da BBC News

Apesar de a descoberta ser empolgante, não representa um novo tratamento para milhões de pessoas que vivem com HIV ao redor do mundo.

A terapia é agressiva e foi utilizada, principalmente, para tratar o câncer – não o HIV.

Já as terapias específicas contra o HIV são efetivas, ou seja, as pessoas que têm o vírus podem viver por muito tempo e de forma saudável.

Mas o motivo pelo qual esse caso é tão significativo é que pode ajudar especialistas a encontrar a cura do HIV. Entender como o corpo pode naturalmente resistir à infecção pelo HIV oferece uma esperança, mesmo que ainda haja uma longa estrada pela frente.

a close up of a fruit: O paciente de Londres pôde parar de tomar medicamentos anti-retrovirais para controlar o HIV

© Getty Images O paciente de Londres pôde parar de tomar medicamentos anti-retrovirais para controlar o HIV

Como funciona?

O receptor mais usado pelo HIV-1 – a cepa do vírus mais comum no mundo – para entrar nas células do corpo é o CCR5.

Mas um pequeno número de pessoas resistentes ao HIV têm duas cópias mutadas do receptor CCR5. Isso significa que o vírus não pode penetrar nas células do corpo que costumam ser infectadas.

O paciente de Londres recebeu células-tronco de um doador que tem essa mutação genética específica, o que fez com o próprio receptor também ficasse resistente ao HIV. Mesmo assim, um reservatório de células que carregam HIV podem continuar no corpo, por muitos anos.

Os pesquisadores do Reino Unido afirmam que pode ser possível usar terapia genética em pessoas com HIV, com foco no CCR5, agora que se sabe que a recuperação do paciente de Berlim não foi um caso isolado.

O médico Andrew Freedman, da Universidade de Cardiff, disse que se trata de um caso “interessante e potencialmente significativo”. “Embora esse tipo de tratamento claramente não seja viável para tratar os milhões de pessoas ao redor do mundo que vivem com o HIV, casos como esses podem ajudar no desenvolvimento de uma cura definitiva para o HIV”.

Enquanto isso, o foco deve ser em fazer um diagnóstico rápido da infecção por HIV e iniciar o tratamento anti-retroviral, afirma Freedman. Isso pode evitar que o vírus seja transmitido para outras pessoas, além de permitir que quem esteja infectado tenha uma expectativa de vida próxima do normal.

BBC News

Noticias

Mulher é morta a pedradas no distrito de Quicé em Senhor do Bonfim

Publicado

em

Nossa reportagem foi informada e já confirmamos com autoridades policiais que uma mulher foi morta apedrejada no distrito de Quicé, zona rural de Senhor do Bonfim.

Conhecida como Nenê, a Polícia Técnica ira fazer o levantamento cadavérico e a Polícia Civil deve abrir inquérito para apurar, autoria e motivação desse crime.

Netto Maravilha / Imagem Ilustrativa

Continue Lendo

Noticias

Condutores podem dirigir com CNH vencida sem risco de punições, afirma DETRAN/BA

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) esclarece que o condutor com carteira de habilitação (CNH) vencida desde 19 de fevereiro pode continuar dirigindo, por tempo indeterminado, sem o risco de multa e remoção do veículo.

A flexibilização na regra da validade da carteira  cumpre a deliberação 185/2020, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabeleceu medidas para minimizar os impactos da pandemia da Covid-19.

Mesmo com a autorização para o motorista usar a CNH vencida, a renovação do documento tem sido o serviço mais procurado no Detran-BA, por meio de agendamento no SAC Digital, representando cerca de 40% das solicitações.

“Não era prevista essa demanda para a renovação da habilitação,  justamente porque ela deixou de ser obrigatória. Entendemos que muitos motoristas possam ficar com receio de rodar com a CNH fora da validade, mas não existe motivo para se preocupar. A resolução do Contran é a garantia que eles não precisam trocar a carteira,  a não ser nos casos de quem pretende incluir atividade remunerada ou está com CNH que venceu antes de 19 de fevereiro”, ressaltou o diretor-geral do Detran-BA, Rodrigo Pimentel.

Ascom Detran-BA

Continue Lendo

Noticias

Sr. do Bonfim: Servidores demitidos do Hospital Regional reclamam de atrasos nas parcelas do acordo de municipalização

Publicado

em

O nosso site recebeu uma denúncia dos servidores do Hospital Regional de Senhor do Bonfim, que foram demitidos no acordo da municipalização na gestão do Prefeito Dr. Correia em 2016.

Segundo denúncias, às parcelas que eram pagas de 4 em 4 meses, desde 2016, foram interrompidas em Maio deste ano, 2020, sem nenhuma explicação ou justificativa, bem como a falta de correção entre outras informações de interesse da coletividade, falta de transparência no processo.

Com a palavra aos representantes do SINDSAUDE no município de Senhor do Bonfim, para os devidos esclarecimentos.

Cleber Vieira News

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br