Conecte-se conosco

Esporte

Proposta para nova Copa divide opiniões; novo torneio de clubes tem mais chance de ser aprovado

Publicado

em

A cúpula da Fifa se reúne em Miami nesta semana para discutir mudanças importantes na próxima edição da Copa do Mundo e no calendário do futebol mundial. Uma dessas novidades será o Mundial de Clubes. Um novo formato para o torneio será decidido em Miami, e tudo indica que vai prevalecer a proposta de um campeonato disputado por 24 clubes a cada quatro anos.

O GloboEsporte.com adiantou em abril do ano passado como seria o formato preferido pela Fifa, e a estreia do novo Mundial de Clubes deve ser em 2021. A reunião do Conselho da Fifa nos EUA também vai servir para definir as sedes das duas últimas edições do torneio, em 2019 e 2020.


Real Madrid comemora sétimo título Mundial de Clubes; torneio continua até 2020 — Foto: REUTERS/Suhaib Salem

A Conmebol chegou a apresentar uma proposta diferente, de um Mundial de Clubes anual, com 12 times. Mas a proposta não teve tanta aceitação e a confederação sul-americana praticamente já jogou a toalha. Tal como existe hoje, o Mundial de Clubes é avaliado dentro da Fifa como um fracasso técnico, de público e de crítica. O novo torneio teria 24 clubes, sendo 12 da Europa. CLIQUE AQUI para ver o modelo discutido para o Mundial de Clubes.

Inchaço da Copa de 2022

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, também vai apresentar ao Conselho da entidade (formado por 36 representantes das confederações continentais) o estudo de viabilidade sobre a ampliação da Copa do Mundo de 2022 para 48 seleções. Essa mudança já foi aprovada para 2026 – quando o torneio será organizado por EUA, México e Canadá. Infantino quer antecipar a ideia já para o próximo mundial.

VEJA TAMBÉM: Fifa confirma Copa do Mundo com 48 seleções e overdose de partidas

A proposta enfrenta forte oposição do Catar, que em 2010 ganhou o direito de ser sede da Copa de 2022 em meio a um processo marcado por denúncias de corrupção – ao qual se seguiram denúncias de trabalho escravo. O embaixador do Catar no Brasil, Mohammed Al-Hayki, disse ao GloboEsporte.com no ano passado que o país do Oriente Médio enxerga tal movimento como uma tentativa de “sabotagem”.

LEIA MAIS: Fifa encontra dificuldades para ampliar Copa de 2022 para 48 participantes

Projeto do estádio de Lusail, da Copa do Mundo do Catar 2022 — Foto: Divulgação

Projeto do estádio de Lusail, da Copa do Mundo do Catar 2022 — Foto: Divulgação

Copa América 2020

Além da reunião do Conselho da Fifa, Miami vai abrigar várias reuniões das confederações continentais – a cúpula da Conmebol, por exemplo, se reúne na quarta-feira.

Neste encontro, cartolas sul-americanos vão decidir o que fazer com a Copa América de 2020 – a competição deste ano, no Brasil, será a última em anos ímpares. O torneio passará a ser disputada em anos pares a partir da próxima temporada, sempre a cada quatro anos (2020, 2024, 2028…).

No momento, a Argentina hoje é a única candidata oficial a organizar a competição de 2020, que já está no calendário da Fifa. Mas a organização deste torneio virou alvo de uma disputa com a Concacaf.

Recentemente, a US Soccer (a CBF dos EUA) convidou os países sul-americanos para jogar uma copa continental em 2020, em solo americano. A Conmebol recusou e fez um convite para que EUA e México disputarem a Copa América. O convite também foi rejeitado.

Como pano de fundo nessa discussão, está o apoio da Concacaf ao projeto sul-americano de organizar a Copa do Mundo de 2030. O resultado da disputa sobre a Copa América de 2020 terá consequências em outras esferas.

G1

Esporte

Globo afirma que Flamengo não pode exibir Carioca e diz estar ‘pronta para tomar medidas legais’

Publicado

em

© Alexandre Vidal/Flamengo

Em nota publicada nesta segunda-feira, a TV Globo informou que o Flamengo não pode exibir os jogos do Campeonato Carioca, apesar da Medida Provisória nº 984, que alterou as regras sobre a cessão dos direitos de transmissão das partidas de futebol.

Além disso, a emissora afirmou estar ponta para tomar medidas legais contra a “violação de seus direitos adquiridos”, já que a empresa é detentora dos direitos do Estadual do Rio de Janeiro até 2024.

“O Campeonato Carioca foi cedido na vigência da lei que exigia a concordância de ambos os clubes participantes do jogo para a transmissão. A nova MP, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não altera essa cessão já realizada, que é um negócio jurídico perfeito, garantido pela Constituição Federal. A Globo não detém os direitos sobre os jogos do Flamengo e por isso não irá transmiti-los. Da mesma forma, o Flamengo não poderá transmitir qualquer um de seus jogos (ainda que seja mandante) porque a Globo é detentora dos direitos de todos os demais clubes participantes do Campeonato Carioca”, escreveu a Globo.

“A Globo continuará a transmitir regularmente os jogos dos campeonatos que adquiriu, de acordo com os contratos celebrados, e está pronta para tomar medidas legais contra qualquer tentativa de violação de seus direitos adquiridos”, acrescentou.

Segundo apurou a ESPN, o departamento jurídico do Flamengo já foi notificado pela Globo sobre a não possibilidade de transmissão dos próximos jogos do Carioca em que o clube rubro-negro for mandante.

Desta forma, está vetada a venda dos direitos de transmissão para o jogo contra o Boavista, ainda sem data, pela 5ª rodada da Taça Rio, e também sua exibição pela FlaTV, canal da equipe no YouTube. O Fla é mandante neste jogo.

Vale lembrar que a vitória por 3 a 0 sobre o Bangu, na última quinta-feira, também não foi transmitida, apesar do clube alvirrubro ser o mandante e, pela nova MP, teoricamente ter o direito de exibição da partida.

VEJA A NOTA ENVIADA PELA TV GLOBO

Sobre a medida provisória 984, que alterou Lei Pelé e determinou que os clubes mandantes dos jogos passem a ser os únicos titulares dos direitos de transmissão, a Globo vem esclarecer que a nova legislação, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não modifica contratos já assinados, que são negócios jurídicos perfeitos, protegidos pela Constituição Federal.

Por essa razão, a nova medida provisória não afeta as competições cujos direitos já foram cedidos pelos clubes, seja para as temporadas atuais ou futuras. A Globo continuará a transmitir regularmente os jogos dos campeonatos que adquiriu, de acordo com os contratos celebrados, e está pronta para tomar medidas legais contra qualquer tentativa de violação de seus direitos adquiridos.

O Campeonato Carioca foi cedido na vigência da lei que exigia a concordância de ambos os clubes participantes do jogo para a transmissão. A nova MP, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não altera essa cessão já realizada, que é um negócio jurídico perfeito, garantido pela Constituição Federal. A Globo não detém os direitos sobre os jogos do Flamengo e por isso não irá transmiti-los. Da mesma forma, o Flamengo não poderá transmitir qualquer um de seus jogos (ainda que seja mandante) porque a Globo é detentora dos direitos de todos os demais clubes participantes do Campeonato Carioca.

ESPN

Continue Lendo

Esporte

Amanda Nunes ‘zera’ UFC e só decidirá futuro após papo com Dana: ‘Eu sou a maior, hoje eu fecho um ciclo’

Publicado

em

© Getty Images

Amanda Nunes fez história mais uma vez ao vencer Felicia Spencer no UFC 250 neste sábado, em Las Vegas, se tornando a primeira pessoa na história do Ultimate a defender dois cinturões de forma simultânea. E qual o próximo passo?

Após a vitória sobre Spencer, nem mesmo Amanda, que venceu todas as outros grandes do MMA mundial, sabe responder.

“Eu não sei, esse era meu objetivo, defender os dois cinturões. Eu sou a maior, não sei o que vem depois, hoje eu fecho um ciclo e estou orgulhosa de mim, do meu time”, disse Nunes, após a luta.

Com a vitória, a brasileira solidificou seu status como a maior lutadora de todos os tempos.

“Eu vou voltar pra casa, vou conversar com Dana White e ver meu próximo passo. Hoje não posso esperar pra ligar pra minha mãe, comemorar, não consigo pensar em nada hoje à noite”, completou.

ESPN

Continue Lendo

Esporte

Kanu, ex-jogador do Vitória é apresentado à Juazeirense

Publicado

em

Em coletiva para imprensa, realizada na manhã dessa quarta-feira, 15, em um hotel de Juazeiro, o zagueiro Kanu foi apresentado oficialmente à Juazeirense. O deputado e presidente do clube, Roberto Carlos, o diretor de futebol, Sérgio Fernandes, o técnico Vladimir de Jesus, o empresário Getúlio Galdino, o prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim, parte da torcida e a imprensa em peso, viram de perto o experiente jogador vestir pela primeira vez a camisa do Cancão.

Realizando um desejo antigo, o defensor que conta com um currículo extenso, com passagens de destaque pelo Vitória/BA e futebol europeu, disse estar bastante feliz com a sua vinda à Juazeiro: “Eu falei ao presidente que vinha jogar aqui. Ele nem acreditou, mas estou aqui. Abracei este projeto e agora sou jogador da Juazeirense” disse o novo reforço do Cancão.

Roberto Carlos, presidente do clube, também falou sobre a importância da “maior contratação da história do clube” para a disputa do campeonato Baiano: “A Juazeirense tem dez anos de história, quatro vezes alcançamos o terceiro lugar no Baiano, e esperamos que com sua categoria, sua experiência podemos manter este projeto”.

Sobre a participação do Cancão no campeonato Baiano, Kanu diz estar preparado para o que vem por aí: “Estou pronto para o trabalho, vamos buscar coisas grandes. Vai ser um ano difícil, eu sei, mas vamos trabalhar e buscar nossos objetivos”, disse o jogador que ainda aproveitou a oportunidade e convocou a torcida para a estreia contra o Bahia: “Vai ser início de uma nova jornada, espero que nossa torcida compareça em peso e nos ajude. Vai ser um jogo difícil, mas com a presença da torcida temos tudo para sair com a vitória” finalizou o zagueiro.

Após a entrevista, Kanu já se juntou ao elenco para iniciar o trabalho visando a estreia do Campeonato Baiano 2020, no próximo dia 22, quarta-feira, no Adauto Moraes contra o Bahia.

ASCOM – Juazeirense

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2019 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br