Conecte-se conosco

Noticias

Segundo delator, 50% das propinas de obras do DER-RJ foram para Cabral

Publicado

em

O economista Carlos Miranda, apontado como operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral, disse na terça-feira (12) durante depoimento na presença do juiz Marcelo Bretas, na 7ª Vara de Justiça Federal, como era feita a distribuição de propinas referentes a obras do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ). 

Conforme o Ministério Público Federal (MPF) coube a Cabral R$ 17,5 milhões, além de US$ 175 mil. O delator afirmou que, conforme foi informado, na partilha dos recursos 50% eram destinados ao ex-governador e a outra metade a Henrique Alberto Santos Ribeiro, ex-presidente do DER-RJ no governo Cabral.

O depoimento foi no âmbito da Operação C’est Fini deflagrada em novembro do ano passado, um desdobramento das Operações Calicute e Eficiência para apurar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em contratos com o estado do Rio.

Repasses começaram no final de 2007

De acordo com Miranda, o ex-governador e o ex-secretário de governo Wilson Carlos o informaram que havia um acordo para recolher propina do órgão, que chegaria a Cabral por intermédio de Lineu Castilho Martins, apontado como operador do ex-presidente do DER-RJ. Os repasses começaram a ser entregues ao economista do meio para o final de 2007. No esquema, Lineu era chamado pelos codinomes de Boris e Russo.

Miranda disse que os valores eram entregues em mochilas em seu escritório da Rua Ataulfo de Paiva, no Leblon, e depois passou a receber no seu escritório do Jardim Botânico, os dois na zona sul do Rio. Entre 2011 e 2014, segundo o economista, a responsabilidade pelo recolhimento da propina foi transferida para Luiz Carlos Bezerra. 

“Ele passou a receber o Lineu em diversos lugares. No centro da cidade, no Terminal Menezes Cortes, no Largo do Machado, e tinha me contado que tinha marcado com Lineu algumas vezes no estacionamento das Lojas Americanas ”, disse.

Miranda acrescentou que o recebimento da propina não tinha data fixa, mas ocorria regularmente durante o governo Cabral, dependendo das datas em que o estado fazia os pagamentos às empresas envolvidas no esquema de favorecimento para conseguir obras. “Dependia dos pagamentos do estado, mas, normalmente, eram dentro de 40 a 45 dias”, disse, completando que os valores eram “em torno de R$ 100 mil a R$ 150 mil”.

Escolha de codinomes

O procurador da República, Almir Sanches, indagou qual era o codinome usado por Miranda no esquema e ele afirmou que era Jarbas. “Foi Wilson [Carlos] que passou esses codinomes e a gente usava isso para não dar o nome original um para o outro. Tanto é que quando o Lineu foi preso no ano passado e teve no presídio é que fiquei sabendo que era Lineu”, disse Miranda.

Os advogados de defesa de Lineu e Henrique perguntaram se Miranda tem documentos sobre os encontros e se tinha contatos com outras pessoas do governo Cabral. Ele respondeu que tinha em seu telefone os números do ex-secretário da Casa Civil, Régis Fichtner; de Cabral e do ex-secretário de Saúde, Sérgio Côrtes.

Estavam previstos, ainda, na audiência de hoje, os depoimentos do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Jonas Lopes de Carvalho Júnior, e do seu filho, o ex-consultor do tribunal, Jonas Lopes de Carvalho Neto, que também são investigados na Operação C’est Fini e fecharam acordo de delação premiada. Seria ouvido também o delator Marcos Andrade Barbosa da Silva.

Como foram anexados, ontem, ao processo, vídeos de depoimentos, o juiz Bretas decidiu mudar a data, atendendo ao pedido da defesa dos envolvidos. A data, no entanto, segundo o procurador Almir Sanches ainda não foi marcada.

Agência Brasil

Continue Lendo
Clique para comentar

Noticias

Sr do Bonfim: Descumprimento de decreto leva dois para a delegacia

Publicado

em

MINUTA – SÍNTESE DE TRANSMISSÃO DE OCORRÊNCIA POLICIAL

6 BPM

OCORRÊNCIA: Descumprimento de Decreto Estadual

DATA: 14/03/2021

HORA: 00h

LOCAL: Rua do Bolo – Distrito de Igara

CIDADE: Senhor do Bonfim – BA

RESUMO: Por volta das 23h, quando em acompanhamento ao pessoal da Vigilância Sanitária Municipal e Guarda Civil Municipal de Senhor do Bonfim, foi recebida denúncia de descumprimento do Decreto Estadual por parte do Estabelecimento . Após constatada veracidade da denúncia, o estabelecimento foi devidamente notificado e lacrado pela Equipe da Vigilância. Contudo, por volta da 00h, nova solicitação foi feita através do 190. Ao retornar ao estabelecimento, foi verificado que o mesmo se encontrava novamente aberto, tendo sido rompidos os lacres postos pelos Fiscais da Vigilância. De imediato, foi dada voz de prisão ao proprietário do Bar por descumprimento do decreto Estadual e Desobediência. O mesmo foi conduzido à DP local, onde foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrencia.

FONTE: ASCOM/6° BPM

MINUTA – SÍNTESE DE TRANSMISSÃO DE OCORRÊNCIA POLICIAL

6 BPM

OCORRÊNCIA: Descumprimento de Decreto Estadual

DATA: 14/03/2021

HORA: 23h30

LOCAL: Rua Arcelino Júnior – Bairro Alto da Maravilha

CIDADE: Senhor do Bonfim – BA

RESUMO: A guarnição foi acionada através do CICOM, em razão das diversas ligações relatando som alto em uma residência no Bairro Alto da Maravilha. Ao chegar ao local, a guarnição constatou a veracidade do fato, onde também se percebeu a presença de um número elevado de pessoas no interior da residência. Foi feita então a condução do proprietário da residência e do som para a DP local, onde o mesmo foi autuado por perturbação do sossego. Lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência

FONTE: ASCOM/6° BPM

Fotos Blog do Walterley

Continue Lendo

Campo Formoso

Mais um homicídio registrado em campo formoso, jovem executado com tiros nas costas e pescoço

Publicado

em

Mais um jovem teve sua vida ceifada para a criminalidade no município de Campo Formoso, eram 20h30min desse sábado dia 13 de março de 2021, quando JORGE DOS SANTOS ROCHA, 28 anos, foi alvejado com vários disparos de arma de fogo, nas costas e pescoço, fato corrido na Rua Irmã Dulce, bairro São Francisco, onde ele morava.

Informações que quando a PM chegou ao local do crime a vítima ainda estava viva e logo foi acionado SAMU, porém a vítima não resistiu e faleceu no local, ainda não se tem pistas da motivação nem autoria do crime.

Blog do Netto Maravilha

Continue Lendo

Noticias

Queimadas: ‘Estamos vivendo um filme de terror’, diz vice-prefeito sobre falta de oxigênio

Publicado

em

Após o apelo feito pelo prefeito de Queimadas, Dr. André Andrade (PT), o Bahia Notícias fez contato com o vice-prefeito Cloudes Rios (PP), que deu detalhes sobre o caos enfrentado no município sisaleiro, com a escassez de oxigênio para o atendimento de pacientes com Covid-19 (veja aqui). “Hoje foi um sufoco. Estou vivendo um drama na minha vida que eu nunca vi. Eu carreguei cilindro nas costas hoje”, contou.

“Nós estamos vivendo um filme de terror na nossa cidade. Sem oxigênio, sem estrutura, a mercê, pedindo a Deus para que as coisas aconteçam. Hoje eu tive que ir em Santaluz e em Pé de Serra. O prefeito mandou o carro para Feira de Santana, para buscar cilindros de oxigênio. Nós estamos usando hoje, em média, um cilindro a cada 1 hora e 20 minutos. Estamos gastando uma média de 15 a 20 cilindros por dia”, disse Cloudes Rios.

“A nossa situação aqui em Queimadas não é fácil, não está boa. Não estamos conseguindo regulação para a capital nem para os hospitais referência com UTI. Nós estamos com pacientes graves aqui no hospital [Municipal Dr. Edson Silva]. Estamos com mais de 20 pessoas internadas, nove precisando de transferência. Eu estava hoje empenhado na questão do cilindro, mas eu creio que o oxigênio só dê até às 10 horas de amanhã”, relatou o vice-prefeito.

O BN também fez contato com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, que informou não ter conhecimento da situação.BAHIA NOTÍCIAS

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br