Conecte-se conosco

Entretenimento

Você sabia que o Netflix tem 210 categorias escondidas? Veja como acessá-las!

Publicado

em

Um dos serviços de streaming mais queridos da atualidade possui muito mais do que é apresentado na página inicial. Para quem tem dificuldade e perde mais tempo escolhendo um filme do que assistindo a algum, saiba que a plataforma oferece mais de 200 subcategorias de estilos diferentes de filmes que podem facilitar na hora da escolha.

O site dispõe todo o seu conteúdo separado por gêneros, estilos e sugestões baseados no que você já assistiu, porém, nem todas as categorias existentes são exibidas para o grande público, e o melhor é que essas opções escondidas podem ser acessadas por todos.

Para isso, basta acessar esse link http://www.netflix.com/genre/numero, e substituir a palavra “número” da URL por um dos códigos listados abaixo. Você vai se surpreender com a quantidade de filmes disponibilizados correspondentes ao tema que você nem imaginava que poderiam estar separados assim.

Veja como funciona na imagem abaixo:

Agora você só precisa saber mais ou menos o que deseja assistir que esses filtros vão ajudar na escolha. Bom filme!

Lista dos códigos das subcategorias “escondidas”

Ação e Aventura: 1365
Ação e Aventura estrangeira: 11828
Ação e Aventura Independentes: 11804
Ação e Aventura Militar: 2125
Ação e Aventura Spy: 10702
Ação e Aventura TV: 10673
Ação Sci-Fi & Fantasia: 1568
Animações para Adultos: 11881
Anime de Ação: 2653
Anime de Comédia: 9302
Anime de Drama: 452
Anime de Fantasia: 11146
Anime de Ficção Científica: 2729
Anime Horror: 10695
Anime Series: 6721
Anime: 7424
Art House Filmes: 29764
Artes Marciais Filmes: 8985
Artes Marciais, Boxe e Wrestling: 6695
Atrações do Anime: 3063
Aventuras: 7442
Cartoons TV: 11177
Ciência e Natureza Documentários: 2595
Ciência e Natureza TV: 52780
Clássico Sci-Fi & Fantasy: 47147
Clássicos de Ação e Aventura: 46576
Clássicos Western: 47465
Comédias Adolescentes: 3519
Comédias Clássicas: 31694
Comédias Cult: 9434
Comédias de Ação: 43040
Comédias de Terror: 89585
Comédias de TV: 10375
Comédias Esportivas: 5286
Comédias Estrangeiras: 4426
Comédias Independentes: 4195
Comédias Negras: 869
Comédias Políticas: 2700
Comédias Românticas: 5475
Comédias: 6548
Comida e Viagens na TV: 72436
Concertos Urbanos e Dança: 9472
Contos Animais: 5507
Country & Western / Folk: 1105
Crianças & Família: 783
Crianças Fé e Espiritualidade: 751423
Criaturas características: 6895
Crime, Ação e Aventura: 9584
Cult Sci-Fi & Fantasy: 4734
Disney: 67.673
Documentários Armadas: 4006
Documentários Biográficos: 3652
Documentários de Crime: 9875
Documentários de Música & shows: 90361
Documentários Espirituais: 2760
Documentários Esportes: 180
Documentários Estrangeiros: 5161
Documentários Históricos: 5349
Documentários Políticos: 7018
Documentários Religiosos: 10005
Documentários TV: 10105
Documentários: 6839
Dramas Adolescentes: 9299
Dramas baseados em Fatos Reais: 3653
Dramas baseados em Livros: 4961
Dramas Biográficos: 3179
Dramas Clássicos: 29809
Dramas de Crime: 6889
Dramas de Ficção Científica: 3916
Dramas de Gays e Lésbicas: 500
Dramas de Tribunal: 2748
Dramas de TV: 11714
Dramas Estrangeiros: 2150
Dramas Independentes: 384
Dramas Militares: 11
Dramas Políticos: 6616
Dramas Questão Social: 3947
Dramas Românticos: 1255
Dramas Showbiz: 5012
Dramas: 5763
Educação para Crianças: 10659
Épicos: 52858
Esportes Dramas: 7243
Estrangeiros de Ficção Científica: 3327
Família: 51056
Favoritos Românticos: 502675
Fé e Espiritualidade no Cinema: 52804
Fé e Espiritualidade: 26835
Film Noir: 7687
Filmes Africanos: 3761
Filmes Alemães: 58886
Filmes Australianos: 5230
Filmes baseados em Livros Infantis: 10056
Filmes Belgas: 262
Filmes Britânicos: 10757
Filmes Chineses: 3960
Filmes Clássicos Estrangeiros: 32473
Filmes Clássicos Românticos: 31273
Filmes Clássicos: 31574
Filmes Coreanos: 5685
Filmes Cult: 7627
Filmes de Ação Asiáticos: 77232
Filmes de Basquete: 12762
Filmes de Beisebol: 12339
Filmes de Boxe: 12443
Filmes de Esportes: 4370
Filmes de Fantasia: 9744
Filmes de Futebol: 12549
Filmes de Futebol: 12803
Filmes de Gângster: 31851
Filmes de Guerra Clássicos: 48744
Filmes de Monstros: 947
Filmes de Terror B: 8195
Filmes de Terror com Vampiros: 75804
Filmes de Terror com Zumbis: 75405
Filmes de Terror Cult: 10944
Filmes de Terror de Lobisomens: 75930
Filmes de Terror Estrangeiros: 8654
Filmes de Terror no Fundo do Mar: 45028
Filmes de Terror: 8711
Filmes do Leste Europeu: 5254
Filmes do Oriente Médio: 5875
Filmes do Sudeste Asiático: 9196
Filmes Escandinavos: 9292
Filmes Espanhóis: 58741
Filmes Estrangeiros: 7462
Filmes Exagerados: 1252
Filmes Experimentais: 11079
Filmes Franceses: 58807
Filmes Gregos: 61115
Filmes Holandeses: 10606
Filmes Independentes Romântico: 9916
Filmes Independentes: 7077
Filmes Indianos: 10463
Filmes Irlandeses: 58750
Filmes Italianos: 8221
Filmes Japoneses: 10398
Filmes Latino-Americanos: 1613
Filmes LGBT Estrangeiros: 8243
Filmes Mudos: 53310
Filmes para as idades de 0 a 2: 6796
Filmes para as idades de 11 a 12: 6962
Filmes para idades 2 a 4: 6218
Filmes para idades 8-10: 561
Filmes para idades de 5 a 7: 5455
Filmes Românticos Estrangeiros: 7153
Filmes Românticos Picantes: 35800
Filmes Românticos: 8883
Foreign Sci-Fi & Fantasy: 6485
Gritos Adolescentes: 52147
Histórias Satânicas: 6998
Horror TV: 83059
Jazz & Easy Listening: 10271
Late Night: Comédias de 1402
Minissérie: 4814
Mistérios: 9994
Mockumentaries: 26
Música Latina: 10741
Música: 1701
Musicais Clássico: 32392
Musicais da Disney: 59433
Musicais de Palco: 55774
Musicais para Crianças: 52843
Musicais: 13335
Musicals Showbiz: 13573
Novos Filmes Zelândia: 63782
Pastelão Comédias: 10256
Peças: 12123
Programas de TV Coreanos: 67879
Programas de TV de Crime: 26146
Quadrinhos e Super-Heróis: 10118
Reality TV: 9833
Rock & Pop Shows: 3278
Romântico Peculiar: 36103
Rússia: 11567
Sátiras: 4922
Sci-Fi & Fantasy: 1492
Sci-Fi Adventure: 6926
Sci-Fi Filmes de Terror: 1694
Sci-Fi Thrillers: 11014
Screwball Comédias: 9702
Shows de Música: 2856
Shows de TV Britânica: 52117
Shows de TV Clássico: 46553
Shows de TV Militares: 25804
Shows de TV Teen: 60951
Shows de TV: 83
Slasher e Serial Killers: 8646
Sobrenaturais: 42023
Sociais e Culturais (documentários): 3675
Sports & Fitness: 9327
Stand-up Comedy: 11559
Suspenses de Ação: 43048
Tearjerkers: 6384
Thrillers Clássicos: 46588
Thrillers de Crime: 10499
Thrillers de Espião: 9147
Thrillers Estrangeiros: 10306
Thrillers Independentes: 3269
Thrillers Picantes: 972
Thrillers Políticos: 10504
Thrillers Psicológicos: 5505
Thrillers Sobrenaturais: 11140
Thrillers: 8933
TV Cult: 74652
TV Kids: 27346
TV Mysteries: 4366
TV Sci-Fi & Fantasy: 1372
Viagens & Aventura em Documentários: 1159
Westerns: 7700

Via:Canaltech

Continue Lendo
Clique para comentar

Brasil

‘Não tem mesmo que ter Carnaval’, declara Ivete ao direcionar atenção a ciência e vacina

Publicado

em

Seguindo com a estratégia de divulgação da música “Tá Solteira, mas não tá Sozinha”, lançada na última sexta-feira (29) com Xanddy, a cantora Ivete Sangalo realizou uma live com a influenciadora e humorista GKay. Além de assuntos pessoais, como a importância do agrupamento das mulheres para lidar com o preconceito, a baiana falou sobre a não realização do Carnaval em 2021 por conta dos efeitos da Covid-19. “Não tem mesmo que ter Carnaval. Tem que ter ciência, vacina, o povo sendo vacinado…”, indicou.

Esta não é a primeira vez que a baiana fala do assunto. Em setembro do ano passado, quando ainda era especulação, ela disse: “Faz parte da etiqueta da empatia eu não me deprimir com a ausência do Carnaval, porque esse definitivamente não é o maior problema que nós temos. É preciso ter distanciamento crítico e alguma maturidade”, confessou.

Apesar desse entendimento, a artista, que é uma das maiores expoentes da folia do momo no Brasil, admitiu não ser fácil esse entendimento. “Mas vou te falar: ‘Meu coração fica muito na saudade dessa festa que é muito importante para nós todos”, finalizou. Assista: 

por Júnior Moreira Bordalo

Continue Lendo

Entretenimento

Mirielle Cajuhy prepara show ‘Em Uma Só Voz’ para a Mostra Leão do Norte em Petrolina-PE

Publicado

em

Samba, bossa nova, baião e muita brasilidade. Essa mistura boa dá o tom do show ‘Em Uma Só Voz’ que a compositora e cantora Mirielle Cajuhy realiza nesta terça-feira (24), às 20h, no Teatro Dona Amélia. A apresentação integra a programação da 12ª Mostra de Música Leão do Norte, considerada a maior ação de música regional do Sesc Pernambuco, este ano sediada em Petrolina.

A bonfinense radicada no Vale do São Francisco leva ao público um repertório com composições autorais, parte delas do EP homônimo lançado em 2019 e disponível nas plataformas digitais de áudio. “Esse show é muito especial, traz canções de várias épocas da minha vida, além de ser uma grande homenagem à música popular brasileira”, conta a artista.

Essa edição da Mostra Leão do Norte promove uma série de atividades que enfatizam o trabalho autoral das mulheres na música, contando com concertos, bate-papos e oficinas. A programação inicia nesta segunda-feira (23) e segue até o sábado (28), com participação de artistas locais e nacionais, incluindo as baianas Margareth Menezes e Larissa Luz.

O show de Mirielle Cajuhy será no palco do Teatro Dona Amélia, contando com plateia presencial e virtual, seguindo os protocolos de segurança no local e também com transmissão simultânea para o ambiente virtual, permitindo que o público possa assistir de casa. Os ingressos custam R$ 20,00. Para quem é comerciário e dependentes com carteirinha do Sesc, fica R$ 10,00. A venda está sendo feita na Central de Relacionamento com o Cliente do Sesc Petrolina, no horário das 8h às 12h e 13h às 16h, ou na bilheteria do Teatro Dona Amélia, que abre sempre uma hora antes do início do evento. Os ingressos para as transmissões simultâneas podem ser adquiridos através da plataforma cursos.sescpe.com.br.

Festival Edésio Santos da Canção

Uma música inédita composta por Mirielle Cajuhy está entre as 24 canções selecionadas para a 24° edição do Festival Edésio Santos que acontecerá em Juazeiro-BA, entre os dias 10 e 12 de dezembro. Essa é a segunda vez que a artista participa desse que é um dos espaços mais importantes da cena musical da região. Ela defenderá a música ‘Lugar’ no festival que será transmitido pela internet.

Serviço:

Show musical ‘Em Uma Só Voz’ na Mostra Leão do Norte

Quando: 24/11 (ter), 20h.

Onde: Teatro Dona Amélia, Sesc Petrolina.

Duração: 60 min.

Classificação: Livre.

Mais informações: (87) 3866-7454

Sobre Mirielle Cajuhy:

Natural de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, começou a compor aos 13 anos de idade e a se apresentar comercialmente aos 15. Com 18 anos, passou a morar em Juazeiro-BA, onde cursou Jornalismo.

A trajetória acadêmica coincidiu com a oportunidade de iniciar, de fato, a carreira musical através do lançamento de um disco autoral. Aos 19 anos a cantora lançou o trabalho Em Comum como vocalista da banda Cajuhina, com 12 faixas de autoria da artista.

O disco concorreu, com mais de 200 artistas e bandas, como um dos melhores do ano de 2014. A votação foi lançada pelo site especializado em música baiana, El Cabong. Em Comum ficou entre os 15 melhores discos da Bahia.

Em 2019, após um tempo afastada, Mirielle retornou aos trabalhos de canto e composição com o disco Em uma só voz, unindo elementos que mais aprecia na música: canto com amor, composição com propósito e arranjos com brasilidade.

blogdoeloiltoncajuhy

Continue Lendo

Entretenimento

Veto de Bolsonaro a produções LGBT gera crise no setor

Publicado

em

© Fornecido por Oath Inc.

O governo federal suspendeu, na semana passada, edital da Ancine (Agência Nacional do Cinema) que contemplava produções audiovisuais para TVs públicas com as categorias “diversidade de gênero” e “sexualidade”. O veto foi publicado e assinado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, após o presidente Jair Bolsonaro criticar nominalmente projetos ligados às temáticas e pré-aprovados pela agência.

Ao citar as produções, Bolsonaro provocou não só a suspensão do edital, mas também fez com que Henrique Pires deixasse o cargo de secretário especial de Cultura do Ministério da Cidadania. Em seguida, o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro abriu uma investigação para apurar se houve censura no veto do governo, partidos políticos se manifestaram e o setor audiovisual ficou alerta.

Entenda, ponto a ponto, o que Bolsonaro decidiu e qual a crise gerada:

O que Bolsonaro disse sobre filmes com “diversidade sexual”

“Quem quiser pagar… a iniciativa privada, fique à vontade. Não vamos interferir nada”, disse Bolsonaro em 15 de agosto, na tradicional live de quinta-feira no Facebook. “Mas fomos garimpar na Ancine filmes que estavam prontos para captar recursos no mercado”, afirmou, ao citar nominalmente quatro obras que estavam inscritas.

“Um filme chama Transversais. Olha o tema: ‘Sonhos e realizações de cinco pessoas transgêneros que moram no Ceará’. Conseguimos abortar essa missão”, continuou o presidente. Em seguida, ele citou AfronteReligare Queer e O Sexo Reverso, produções dentro da mesma temática no edital.

Ao listar os fimes, Bolsonaro negou censura. “Não censurei nada. Quem quiser pagar, se a iniciativa privada quiser fazer filme de Bruna Surfistinha, fique à vontade, não vamos interferir nisso daí.”

Bolsonaro afirmou ainda que a Ancine não vai liberar verbas para esses projetos e disse, também, que se a agência “não tivesse, em sua cabeça toda, mandatos [públicos]”, já teria “degolado tudo”. 

Quais produções LGBT Bolsonaro citou nominalmente

O presidente se referiu a quatro produções já pré-selecionadas em edital que foi realizado no governo anterior. São elas: a série documental Transversais, de Émerson Maranhão e Allan Deberton sobre transexuais no Ceará; Afronte, longa-metragem universitário de Bruno Victor Santos e Marcus Azevedo, sobre a vida de jovens homossexuais negros no DF, e citou Religare Queer e O Sexo Reverso.

Em resposta às falas do presidente, a equipe do filme Afronte publicou uma carta aberta em sua página do Facebook. Segundo a produção do filme, os projetos citados por Bolsonaro “foram tratados de maneira leviana”. 

O grupo ressalta que a Ancine “tem um papel importante na manutenção e no fomento do cinema no Brasil, e esse papel tem que ser exercido respeitando a liberdade artística e compreendendo que somos múltiplos”.

“Esse é o projeto que o presidente está deliberadamente censurando, num total desconhecimento da forma como os editais funcionam e se excedendo ao que é de competência direta do executivo”, diz o texto.

A carta divulgada pela equipe, que também acusa Bolsonaro de censura,  disponibiliza um link com o filme e recomenda que o presidente assista. 

O que diz o edital que foi vetado pelo governo federal

Bolsonaro atacou obras audiovisuais com temáticas LGBT e diversidade sexual que buscavam autorização de edital da Ancine e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), divulgado e coordenado pela EBC (Empresa Brasil de Comunicação). 

Em 13 de março deste ano, a EBC publicou o resultado preliminar das produções classificadas em 12 categorias do edital aberto em 2018. Nele, além de “diversidade de gênero”, havia outras categorias como “sociedade e meio ambiente”, “profissão”, “animação infantil” e “qualidade de vida”. Com a publicação da portaria, todas foram suspensas.

Foram pré-selecionadas no edital 609 obras, que ainda passariam por um filtro. Destas, apenas 19 estavam dentro das temáticas “diversidade de gênero” e “sexualidade”. No total, 80 obras seriam contempladas se o edital não tivesse sido vetado pelo governo.

Vencedores de cada região do Brasil, segundo o edital, ganhariam R$ 400 mil reais “para produção de 5 episódios com duração de 26 minutos e dentro da temática ‘série que aborda questões relacionadas à diversidade de gênero’. Este é o menor valor entre as categorias. 

O que diz a portaria que suspende edital da Ancine

Segundo a portaria publicada nesta semana, o documento ficará suspenso pelo prazo de 180 dias, com a possibilidade de ser prorrogado pelo mesmo período. Decisão aponta como justificativa a “necessidade de recompor os membros do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (CGFSA)”.

Ainda de acordo com a portaria, após a definição da nova composição do grupo, será “determinada a revisão dos critérios e diretrizes para a aplicação dos recursos do FSA (Fundo Setorial do Audiovisual), bem como que sejam avaliados os critérios de apresentação de propostas de projeto”. Não há nenhuma menção direta às obras com temática LGBT citadas pelo presidente. 

Assim que o resultado foi publicado, Bolsonaro publicou uma imagem da notícia do jornal O Globo em sua conta do Instagram, mas sem legenda.

“Certíssimo. Valorizou a família. Aprovado. Que comece a choradeira. Não somos obrigados a assistir a essa porcaria”, escreveu o deputado estadual Capitão Assumção (PSL-ES), nos comentários. Outros seguidores também escreveram mensagens parabenizando a decisão do governo.

Segundo o jornal O Globo, na tarde de quinta (22), o ministro Osmar Terra reiterou a postura de Bolsonaro, ao dizer que o governo escolherá os temas dos filmes que usarão dinheiro público.

“Nós temos que discutir que direcionamento tem que ter, que temáticas têm que ser trabalhadas no cinema brasileiro, até para não ter filme que vá receber dinheiro público e que não tenha interesse nenhum para a sociedade”, disse.

Quais os motivos da saída do secretário Henrique Pires

Henrique Pires, secretário especial de Cultura do Ministério da Cidadania, informou na última quarta-feira (21) que deixaria o cargo. A decisão foi tomada após a publicação da portaria que suspendeu o edital com a pré-seleção de filmes com temática LGBT.

“Isso [suspensão] é uma gota d’água, porque vem acontecendo. E tenho sido uma voz dissonante interna”, disse Pires, ao G1.

“Eu não concordo com a colocação de filtros em qualquer tipo de atividade cultural. Não concordo como cidadão, e não concordo como agente público, você tem que respeitar a Constituição”, continuou Pires ao G1.

Segundo o Ministério da Cidadania, ao contrário da versão divulgada pelo ex-secretário especial da Cultura José Henrique Pires, o cargo foi pedido pelo ministro na noite de terça (20), “por entender que ele [o secretário] não estava desempenhando as políticas propostas pela pasta”.

“O ministro se diz surpreso com o fato de que o ex-secretário, até ser comunicado da sua demissão, não manifestou qualquer discordância à frente da secretaria”, diz a nota.

Quem é o novo secretário de Cultura

Em seguida, o Ministério da Cidadania informou, em nota, que o secretário-adjunto e secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, José Paulo Soares Martins, assumiria o posto de secretário especial de Cultura.

Segundo o jornal O Globo, Martins tem perfil discreto, é definido como técnico na área da cultura e como bom mediador em momentos de crise. Em 2016, ele trabalhou junto ao então ministro Marcelo Calero, na Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic), responsável pela aplicação da Lei Rouanet ― atual Lei de Incentivo à Cultura ― e pela gestão do Fundo Nacional de Cultura.

O que o Ministério Público Federal está investigando

O Ministério Público Federal (MPF) do Rio de Janeiro abriu uma investigação para apurar vetos do governo federal às produções audiovisuais com temática LGBT em edital da Ancine. 

Segundo o MP, se confirmada, “tal ameaça ou discriminação podem importar em inobservância das regras editalícias, de caráter vinculante para a administração pública, bem como em discriminação constitucional vedada”.

Sendo assim, se confirmadas as informações de que o governo, por meio de uma portaria, censurou as produções, o caso pode configurar violação de regras de editais e discriminação. A atitude é proibida pela Constituição Federal.

O MPF também destaca que o edital, publicado em março de 2018, já estava na fase final, mas foi suspenso por ato do ministro Osmar Terra.

Comunicado do MPF informa ainda que foram expedidos ofícios ao Ministério da Cidadania e à Ancine solicitando informações sobre a suspensão do edital, que deverão ser respondidos em dez dias. 

PT e PSol se manifestaram contra portaria que veta edital

O PT divulgou que vai acionar o STF (Supremo Tribunal Federal) e a PGR (Procuradoria Geral da República) contra Bolsonaro por censura, homofobia e calúnia em duas ações.

“O partido denuncia os crimes de incentivo à homofobia e prática de censura, nos vetos à seleção de filmes para apoio da Ancine. E em interpelação criminal perante o Supremo Tribunal Federal (STF), o PT exige que Bolsonaro explique a falsa acusação de que o Mais Médicos teria sido usado pelo partido para ’fazer guerrilha’no País”, diz nota do partido divulgada pela assessoria de imprensa.

Na noite de quarta (21), o PSol protocolou um projeto de decreto legislativo para suspender a portaria assinada pelo ministro Osmar Terra.

Setor audiovisual acusa Bolsonaro de censura e está em alerta

A fala em que Bolsonaro sinaliza a vontade de criar um filtro ou até privatizar a Ancine ― o que não é possível, já que é uma agência reguladora ― repercutiu mal no setor. A categoria teme por desmonte do fomento ao audiovisual no País, assim como outras ações arbitrárias. “Se a Ancine não tivesse em sua cabeça toda um mandato [público], eu já tinha degolado todo mundo”, disse o presidente em live.

A Associação de Produtores Independentes do Audiovisual (API) afirmou que o presidente visa “censurar arte, projetos audiovisuais e filmes”. “Repudiamos tal atitude, pois entendemos que não cabe a ninguém, especialmente ao presidente de uma República democrática, censurar arte, projetos audiovisuais e filmes”, disse a organização por meio de nota. 

Na última semana, o setor também se sentiu atingido com a decisão do Centro Cultural da Justiça Federal (CCJF) de excluir três filmes – que indiretamente faziam críticas a Bolsonaro – da programação da Mostra Marginal, que será realizada em setembro no Rio de Janeiro.

Em comunicado, o CCJF justificou que “tem, dentre seus critérios estabelecidos para sediar eventos culturais e artísticos, o de não promover produções de cunho corporativo, religioso ou político-partidário, independentemente de que pessoa, instituição ou conceito ideológico esteja sendo defendido ou criticado”.

HuffPost Brasil

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 - Criado por PrecisoCriar | www.precisocriar.com.br